Confinamento: Paulo Cunha defende fecho das escolas

O presidente da Câmara Municipal concorda com as medidas tomadas pelo governo, relativamente ao confinamento, mas admite que se deveria ir mais longe, nomeadamente, com o fecho das escolas.

Paulo Cunha considera que o ensino à distância para o secundário e universitário funcionaria bem e impediria, com esta medida, transportes públicos cheios e escolas lotadas, mais concretamente, durante as refeições. «O governo esteve mal nesta matéria», critica Paulo Cunha