Comunidades Intermunicipais do Minho pedem medidas ao Governo para proteger idosos

Face ao número de infetados no Minho, as Comunidades Intermunicipais do Alto Minho, do Cávado e do Ave pedem urgência ao Governo no reforço da prevenção de situações de alto risco nos lares de idosos da região.

A uma só voz, estas comunidades querem a disponibilização de testes de despistagem para as situações críticas que sejam referenciadas pelas autoridades de saúde nos lares de idosos do Minho. Exigem também a implementação de medidas de prevenção e contenção mais rígidas nos lares, nomeadamente nas admissões, nos controlos de temperatura à entrada e no aumento dos turnos dos colaboradores/funcionários dos lares.