Clube de Xadrez A2D cai na Final Four da Taça de Portugal

Depois do sucesso do Festival de Xadrez de Leiria em 2017, a Federação Portuguesa de Xadrez organizou do Festival de Xadrez da Maia em parceria com o clube de xadrez maiato Amanhã da Criança, contando com o apoio do Município da Maia, Junta de Freguesia da Cidade da Maia e da Associação de Xadrez do Porto. O Festival de Xadrez reuniu um conjunto de iniciativas ligadas à modalidade entre os dias 14 e 22 de julho de 2018.

O Clube de Xadrez A2D fez-se representar no dia 14 de julho com a equipa A na FINAL 4 da Taça de Portugal. A jovem equipa famalicense, atual detentora do título, não foi feliz perante a EX PORTO e perdeu por 3-1. No dia seguinte, também, pelo mesmo resultado a Académica de Coimbra bateu na final a equipa portuense e conquistou pela primeira vez a 40ª Taça de Portugal.
Em paralelo, decorreu o II Torneio Jovem de Xadrez da Maia e o CX A2D fez-se representar por José João Pinto, atual Campeão Distrital Escolar Infantil, que obteve o 16º lugar (3 pontos em 6 possíveis) em 28 participantes.

No âmbito do Programa de Formação Contínua da FPX realizou-se o Congresso de Xadrez “Do Tabuleiro à Sala de Aula, do Jogo à Estratégia Pedagógica” em paralelo com o Campeonato Nacional da I Divisão por Equipas. O Coordenador do CX A2D marcou a sua presença e foi um dos oradores no painel da parte da tarde denominado “Estratégias de abordagem ao Xadrez em contexto educativo” e, desta forma, relatou o percurso de sucesso do CX A2D nos 15 anos de existência em que um Clube Escolar de Xadrez se transformou numa potência do Xadrez federado.
O momento mais alto nesta semana de Xadrez intenso decorreu entre os dias 16 e 22 de julho, pois defrontaram-se as 10 melhores equipas do País num sistema de todos contra todos, com 9 sessões, reunidas no CN Equipas I Divisão.

O grande momento do Xadrez nacional coletivo teve como grande vencedor o GD Dias Ferreira: 8 vitórias e 1 derrota. O pódio ficou definido com a AX Gaia e GX Porto ao classificaram-se em 2º e 3º lugares, respetivamente. O jovem clube famalicense Clube de Xadrez A2D, que era à partida o 10º cabeça de série, ainda sonhou com a manutenção ao alcançar 2 vitórias e 1 empate nas três primeiras sessões. No entanto, nas restantes seis sessões não foi feliz apesar da excelente réplica em todos os jogos disputados. A equipa A do CX A2D, a única formação constituída apenas por jogadores portugueses que já conta com 4 presenças na elite nacional, classificou-se em 8º lugar e não conseguiu garantir a presença na 1ª Divisão Nacional por Clubes. Desta forma, na próxima época xadrezística, 2018/2019, disputará a 2ª Divisão Nacional. Chefiados pelo Coordenador do CX A2D, Mário Oliveira, a equipa A foi formada pelos atletas Mestre FIDE Luís Silva, Mestre Nacional Ivo Dias, Carlos Novais, Luís Romano, Adriano Macedo e Rui Pedro Gomes.

As duas equipas que também foram despromovidas à 2ª Divisão Nacional foram os clubes CX Montemor o Velho e ADRC Mata do Benfica que se classificaram em 9º e 10º lugares, respetivamente. Na próxima época, 2018/2019, juntar-se-ão ao CN Equipas da 1ª Divisão as recém-promovidas equipas EX PORTO, AA COIMBRA e AXAT – MONTEMOR O NOVO, depois de terem conquistado o 1º lugar em cada uma das três séries da 2ª Divisão.

Neste evento escaquístico, a nível individual, é de realçar as excelentes performances individuais do MI Jorge Ferreira (GD Dias Ferreira) que obteve a derradeira norma de Grande Mestre e do jovem atleta russo MI Maksim Vavulin (GX Porto) que obteve também norma de Grande Mestre.