CIM do Cávado cria rede pública gratuita de transporte de passageiros

A CIM do Cávado, composta pelos municípios de Amares, Esposende, Barcelos, Braga, Terras de Bouro e Vila Verde, vai ser servida por uma rede provisória de transportes públicos que assegurará, de forma gratuita, os serviços essenciais à população.

A rede é composta por um total de 10 carreiras, com 36 circulações diárias, contabilizando um total de 1.242 quilómetros diários. Com viagens nos dois sentidos, as carreiras serão de Arcos de Valdevez/Braga, Gerês/Braga, Braga/Amares, Terras de Bouro/Braga, Gerês/Terras de Bouro, Caldelas/Amares, Forjães/Apúlia, Apúlia/Braga, Braga/Barcelos e Braga/Famalicão.

A CIM refere que «os horários foram adaptados de modo a permitirem as habituais deslocações profissionais e acessos aos centros urbanos e basearam-se nos dados históricos de procura, permitindo com um número reduzido de carreiras servir a maior população possível».

Em comunicado, a CIM lembra que, após o cancelamento das atividades letivas, e com a declaração dos estados de emergência por 45 dias, o transporte público de passageiros sofreu reduções drásticas, tendo inclusivamente sido totalmente suspenso na maioria dos municípios do Cávado.

A lotação dos veículos é de dois terços da sua lotação máxima e não será permitida a circulação de passageiros sem máscara protetora.