Certificado Covid-19 deixa de ser obrigatório na restauração a partir de 1 de outubro

A apresentação do certificado Covid-19 na restauração vai deixar de ser obrigatório, avança o jornal Público desta quinta-feira.

Segundo aquela publicação, que consultou fonte do governo, o certificado deve-se manter de apresentação obrigatória nos espaços de diversão noturna, que devem abrir dia 1 de outubro.

De acordo com a mesma fonte, a decisão prende-se com o fato da apresentação do certificado perder eficácia quando já existe uma grande parte da publicação vacinada.