CENTRO DE COMPETÊNCIAS PODE AJUDAR NA SEGURANÇA ALIMENTAR

O presidente da Câmara Municipal defende que a indústria agroalimentar do concelho, «cada vez mais relevante para a economia nacional, dada a sua força exportadora», deve estar atenta à forma como pode melhorar os sistemas de segurança alimentar. A declaração de Paulo Cunha aconteceu na passada quarta-feira, 5 de julho, na Casa das Artes, na abertura da conferência “Terrorismo e Fraude Alimentar”, promovida pela empresa SGS, em parceria com a autarquia.

A iniciativa serviu, ainda, para o autarca reafirmar a ambição de vir a concretizar o Centro de Competências do Agroalimentar para o Sector das Carnes. Uma unidade de base tecnológica que terá também uma atenção muito forte com as questões da segurança alimentar, higiene e salubridade e ambiente.

Mais sobre esta conferência, na próxima edição do CIDADE HOJE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.