1ª CONFERÊNCIA DO CÍRCULO DE CULTURA FAMALICENSE

 

 

CÍRCULO DE CULTURA FAMALICENSE


Ciclo de Conferências
ECONOMIA – DEMOCRACIA –CIDADANIA

O CÍRCULO DE CULTURA FAMALICENSE, associação de direito privado e utilidade pública, promoveu um ciclo de conferências sob a epígrafe “Economia – Democracia – Cidadania” estando a primeira conferência, subordinada ao tema CRESCIMENTO ECONÓMICO | VANTAGENS COMPARATIVAS DE PORTUGAL – UMA VISÃO ESTRATÉGICA, que se realizou no dia 22 de Fevereiro de 2017  entre as 16:00 e as 19:00 horas, no Pequeno Auditório da Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão.

Foram conferencistas (1) Pedro Ferraz da Costa, Presidente do Fórum para a Competitividade e CEO da IBERFAR, (2) João Miranda, CEO da FRULACT, (3) Teresa Lehmann, docente Universitária na Faculdade de Economia da Universidade do Porto, tendo anteriormente exercido o cargo de Vice- Presidente da CCDR-N e (4) Paulo Cunha, Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.

A entrada foi livre mas sujeita inscrição, que pôde ser feita por a um link .

A iniciativa, pelo interesse da temática e pela qualidade dos seus oradores, constituiu uma excelente oportunidade de debate.

Primeiro tema: CRESCIMENTO ECONÓMICO | VANTAGENS COMPARATIVAS DE PORTUGAL – UMA VISÃO ESTRATÉGICA

Palestrantes: Pedro Ferraz da Costa, João Miranda, Ana Lehmann, Paulo Cunha

Moderador: Mário Rui Silva

Local: Pequeno Auditório da Casa das Artes

Data: 22 de Fevereiro de 2017 – 16:00

Participação: Gratuita, sujeita a inscrição prévia

 

Veja AQUI os vídeos

 


 PALESTRANTES

 

PEDRO FERRAZ DA COSTA

Nascido em Setembro de 1946. Estudou no Colégio Alemão em Lisboa. Licenciado em Finanças pelo ISCEF. Prestou serviço militar na Marinha (1971/74). CEO e proprietário de uma empresa familiar de produtos farmacêuticos e comercialização de produtos agrícolas com 273 colaboradores. Dedicou mais de 20 anos a organizações empresariais.

 

Presidente da CIP – Confederação Empresarial de Portugal, 1981 a 2001.

Presidente do Fórum para a Competitividade, associação independente dedicada a melhorar a competitividade externa da economia portuguesa. Presidente da Assembleia Geral da AIP – Associação Industrial Portuguesa e Presidente do Conselho de Administradores da Fundação AIP.

 

A actividade empresarial encontra-se dividida em seis empresas:

  • FERRAZ, LYNCE, ESPECIALIDADES FARMACÊUTICAS, S.A. fundado em 1924, comercializa medicamentos sujeitos a receita médica e produtos OTC.
  • IBERFAR, Indústria Farmacêutica, S.A. empresa de produção secundária que produz para o FERRAZ, LYNCE, S.A. e para terceiros, especialmente para empresas estrangeiras.
  • LOGIFARMA, Logística Farmacêutica, S.A., empresa dedicada a serviços de armazenagem e distribuição de medicamentos distribuindo no mercado português 55.3 milhões de embalagens de 60 clientes diferentes.
  • AGROVETE, S.A., dedica-se ao comércio de sementes e equipamentos para a actividade agro-pecuária.
  • MECOFARMA & SOCIFARMA, empresas retalhista e importadora em Angola, onde o nosso grupo de empresas detém uma participação de 33%.

 


 

JOÃO MIRANDA

João Miranda é natural de Roriz, Barcelos, onde nasceu há 51 anos.

Desde cedo chamou a si a paixão de empreender. Fundou em 1987, juntamente com o seu pai e irmão, a Frulact, Grupo empresarial que preside e que, sob a sua gestão, alcançou reputação e notoriedade internacional, sendo hoje um dos 5 principais players a nível mundial do sector.

Na área da responsabilidade social, participou na génese e implementação do Pólo de Competitividade e Tecnologia do sector Agroindustrial, PortugalFoods, tendo presidido de, 2009 a 2012, ao Conselho de Administração. Fundou o Centro Zulmira Pereira Simões, Instituição de Solidariedade Social, IPSS a que preside, e é secretário da Mesa da Assembleia Geral da COTEC, presidida pelo Presidente da República Professor Marcelo Rebelo de Sousa.

Ao longo da sua carreira já com 30 anos, foi agraciado com diversos prémios pelo reconhecimento da sua capacidade de liderança e gestão. Mais recentemente, em 2010, recebeu do INSEAD o Prémio de Empresário do Ano e, um ano depois, recebeu o Prémio de Líder do ano nas Novas Tecnologias pelo Best Leader Awards.

Em 2014, foi condecorado com a Comenda da Ordem do Mérito Empresarial - Classe do Mérito Industrial, atribuída pelo ex-Presidente da República Portuguesa, Professor Aníbal Cavaco Silva.

João Miranda é casado e tem três filhos.

 

 


 

ANA LEHMAN

Ana Teresa Lehmann é Professora Associada da Faculdade de Economia da Universidade do Porto (FEP-UP), Head of International Business na Porto Business School e Diretora da InvestPorto.

Licenciada em Gestão pela FEP, com M.Sc. e Ph.D. em Economia (International Business) pela University of Reading, e pós-doutoramento na Strathclyde University (Políticas e estratégias de atração de investimento e de internacionalização empresarial).

Tem uma carreira de duas décadas como especialista em Investimento Direto estrangeiro, Internacionalização de Empresas e Políticas Públicas ligadas a estes temas, bem como à Inovação e ao desenvolvimento de Clusters. Foi Vice-Presidente da CCDR-N (pelouros da Economia, Inovação, políticas de clusters, agendas estratégicas, avaliação de políticas), Presidente da Autoridade de Gestão do Programa Operacional de Cooperação Territorial Espaço Atlântico, Pró-Reitora da U.Porto (Planeamento estratégico, relações e participações empresariais), Professor Visitante em diversas universidades estrangeiras nos EUA e Europa (Columbia University, Universidades de Glasgow, Strathclyde, Reading, entre outras), e membro de órgãos sociais de diversas empresas e fundações. É atualmente membro do Conselho de Curadores da Fundação Millennium bcp, Presidente do Conselho Fiscal da Fundação da Juventude, e Administrador não executivo da APOR-Agência para a Modernização do Porto, S.A..

Esteve associada à fundação da API-Agência Portuguesa para o Investimento, como consultora do Presidente e da Comissão Executiva. Foi Presidente da European International Business Academy (2010), sendo um dos 20 Fellows dessa Academia desde 2016.

 

Desenvolveu também uma carreira ligada à consultoria a grandes organizações internacionais (OCDE, UNCTAD, Comissão Europeia, etc) e a governos, tendo trabalhado em cinco continentes. Autora de numerosas publicações científicas em revistas internacionais e de livros como o recente Rethinking Investment Incentives: Trends and Policy Options (Columbia University Press, 2016) oradora convidada em expert meetings e conferências internacionais, recebeu diversos prémios de mérito científico e reconhecimento de carreira, e colabora com vários think tanks internacionais (incluindo o World Economic Forum, o German Marshall Fund of the United States, Center for Competitiveness – University of Fribourg, The Competitiveness Institute, Orkestra- Basque Institute of Competitiveness, World Investment Network da UNCTAD, entre outros).

 


 

PAULO CUNHA

Paulo Alexandre Matos Cunha nasceu a 22 de agosto de 1971, na freguesia de Gavião, em Vila  Nova de Famalicão. Reside em Famalicão é casado e pai de duas filhas. Amante confesso do desporto e da natureza, é praticante de atletismo e de ciclismo todo o terreno.
Iniciou o seu percurso escolar na Escola Primária de Gavião e foi aluno da Telescola de Gavião no 5º e 6º anos. Frequentou o ensino secundário na Escola Secundária Camilo Castelo Branco, onde descobriu a sua vocação académica e profissional, a área de Humanidades, mais  concretamente o Direito.
Cedo se notou o seu gosto pela participação cívica e pela causa pública. Com apenas 24 anos assumiu a Presidência do Grupo Recreativo de Gavião, tendo assumido mais tarde, a Presidência da Assembleia Geral do Futebol Clube de Famalicão. Alcançou ainda vários cargos na Associação de Futebol de Braga e na Federação Portuguesa de Futebol, tendo iniciado também neste período a sua participação na vida política local e nacional, no Partido Social Democrata, onde desde cedo ocupa cargos de liderança e representação local e regional.
Terminou com distinção o curso de Direito da Universidade Lusíada do Porto, onde leciona  desde 1994. Pós-graduado em Direito do Ambiente e Mestre em Ciências Jurídico-Políticas pela Universidade de Coimbra é investigador do NEDAL – Núcleo de Estudos das Autarquias Locais – da Universidade do Minho e Professor da Faculdade de Direito da Universidade Lusíada do Porto, docente na área do Direito Público, com especial incidência no direito administrativo, no contencioso do poder público e no direito do ambiente.
Em 2001 foi eleito membro da Assembleia Municipal e em 2009 protagoniza uma candidatura à vereação da Câmara Municipal, sendo número dois na lista liderada por Armindo Costa. Eleito pela Coligação Mais Ação Mais Famalicão, assume a vice-presidência da autarquia famalicense e os pelouros da Cultura, Turismo, Defesa do Consumidor e Freguesias.
Em setembro de 2013 é eleito como Presidente da Câmara Municipal depois de uma vitória esmagadora nas eleições autárquicas realizadas. Na presidência da Câmara assume os pelouros Administrativo e Financeiro, Associativismo, Cultura, Planeamento, Urbanismo e Fiscalização, Recursos Humanos, Seniores, Solidariedade Social e Voluntariado.
Representa o município de Vila Nova de Famalicão na AMAVE – Associação de Municípios do Vale do Ave, na CIM do Ave – Comunidade Intermunicipal do Ave, na Associação Famalicão Concelho com Futuro e no Eixo Atlântico – Agência de Desenvolvimento do Noroeste Peninsular.
Vice-Presidente do Conselho de Administração da Fundação Castro Alves.
Em dezembro de 2013 é eleito Presidente do Conselho Regional do Norte, órgão consultivo da CCDRN – Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, que integra os 86 presidentes de câmara da região Norte e cerca de duas dezenas de organizações sociais, económicas, ambientais e científicas representativas do tecido institucional, bem como representantes dos serviços regionais de vários ministérios.

 


GALERIA DE FOTOS

 


PATROCINADORES