Famalicão: Reveladas imagens de assalto à loja Poupeuro

A Cidade Hoje teve acesso às imagens das câmaras de vigilância da loja Poupeuro alvo de um assalto, na madrugada desta terça-feira.

O grupo de quatro homens conseguiu aceder ao interior do estabelecimento, localizado na Avenida D. Afonso Henriques, depois de partir o vidro de uma das portas.

Levaram muito pouca mercadoria e arrombaram a gaveta da caixa registadora onde não havia dinheiro.

Colocaram-se em fuga e encontram-se ainda por localizar.

 

 

Famalicão: Viola e tenta matar companheira

Um indivíduo, de 37 anos, residente em Famalicão, foi acusado pelo Ministério Público de Guimarães dos crimes de violência doméstica e de tentativa de homicídio da companheira.

A vítima tinha dito, em julho de 2020, que estava cansada dos maus-tratos e ciúmes do companheiro. Queria o divórcio. Viviam juntos há sete anos e tinham uma filha em comum.

Segundo relata o Jornal de Notícias, no dia 5 de julho de 2020, quando a mulher regressou a casa do trabalho (cozinheira num restaurante), eram cerca das 3 horas da madrugada, o companheiro, que estaria alcoolizado, acusou-a de o ter traído. A mulher negou, mas ele agarrou-a, despediu-a e violou-a durante cerca de quatro horas. O pior não terá acontecido naquela hora porque uma vizinha ouviu barulhos.

A vítima regressou ao trabalho e, cerca das 19 horas, o homem foi ao local de trabalho com o pretexto de que queria falar com ela. A mulher recusou, mas ele acabou por entrar por uma porta reservada aos funcionários. Com uma faca, de 19 centímetros, acabou por lhe dar sete golpes. Valeu a intervenção do proprietário do restaurante que o agarrou e chamou as autoridades e o INEM.

O agressor acabou em prisão preventiva, mas já saiu para integrar, em regime de permanência, um centro terapêutico para tratamento ao álcool.

Famalicão: Quatro encapuzados assaltam loja Poupeuro

Quatro encapuzados assaltaram, cerca das 03h00 desta terça-feira, a loja Poupeuro da Avenida D. Afonso Henriques, num dos principais acessos à cidade de Vila Nova de Famalicão.

Ao que a Cidade Hoje conseguiu apurar, o grupo de quatro homens tentou arrombar, sem sucesso, uma das portas daquele estabelecimento. Depois de algumas tentativas decidiram partir o vidro da referida porta e aceder ao espaço.

Do seu interior levaram muito pouco material e ainda tentaram arrombar a caixa registadora que, no momento, se encontrava sem dinheiro.

Os assaltantes colocaram-se em fuga e ainda não terão sido localizados pelas autoridades.

A GNR foi chamada ao local.

 

 

Famalicão: Advogado cúmplice de assalto em Ribeirão condenado a prisão efetiva

Quatro arguidos, entre os quais um advogado, foram condenados a prisão efetiva pelo assalto com violência à residência de um casal em Ribeirão, em 2019.

As penas variam entre os oito anos de prisão e os cinco anos e dez meses. O advogado, residente na Póvoa de Varzim, foi condenado a cinco anos e 10 meses de prisão, como instigador de dois crimes de roubo.

Os arguidos têm ainda de pagar 15 mil euros às vítimas.

Segundo o acórdão do Tribunal de Guimarães, o advogado sabia que o casal de Ribeirão guardava em casa dinheiro, artigos de joalharia e relógios valiosos, e «formulou o propósito de deles se apoderar, com recurso à violência física se a tanto fosse necessário».

Para execução do plano, contactou um outro arguido, que por sua vez se encarregou de arranjar outros “operacionais”.

O assalto à residência ocorreu na noite de 19 de novembro de 2019. O proprietário da casa foi agredido com violência e ameaçado com pistola para dar a combinação do cofre; a esposa foi manietada com uma braçadeira elástica.

Do cofre, os arguidos retiraram cerca de 15.800 euros, além de canetas e esferográficas, moedas de coleção, peças de arte sacra e três relógios, no valor total de 42 mil euros. Consumado o assalto, fecharam o casal na casa de banho.

Fraude em stands: Polícia Judiciária passou por Famalicão

Uma mega operação da Polícia Judiciária, que investiga um esquema de fraude fiscal praticado por stands no Norte do país passou por vários concelhos, incluindo Vila Nova de Famalicão. Para já, são sete os detidos, entre os quais estão empresários do ramo automóvel. Braga, Barcelos, Ponte de Lima, Vila Nova de Gaia, Gondomar, Vila do Conde, Póvoa de Varzim, são outros dos concelhos visitados pela PJ.

Em comunicado, a Polícia Judiciária dá conta que, através da Diretoria do Norte e no âmbito de um inquérito titulado pelo Ministério Público – DIAP Porto, em articulação com a Direção de Finanças do Porto, realizou uma operação para cumprimento de mandados de detenção e de buscas domiciliárias e não domiciliárias. Em causa está a presumível prática dos crimes de fraude fiscal qualificada, branqueamento, falsificação de documentos, falsidade informática, lenocínio e associação criminosa.

Foram realizadas setenta buscas domiciliárias e não domiciliárias, nos concelhos já citados, foram detidos sete indivíduos, entre os quais três empresários do ramo automóvel e dois contabilistas certificados, com idades compreendidas entre os 35 e os 50 anos.

Famalicão: Papelaria no centro da cidade assaltada esta madrugada

A papelaria “ Quinta do Vinhal “, nas proximidades do hospital de Famalicão, na Rua Amadeu Mesquita, foi assaltada esta madrugada.

Segundo informações recolhidas pela Cidade Hoje, o assalto ocorreu perto da uma da manhã, tendo os assaltantes conseguido levar algum material do seu interior, como tabaco, raspadinhas e dinheiro que se encontrava em caixa.

O assalto já foi reportado às autoridades que se devem deslocar àquele espaço para recolher indícios que possam levar aos autores do crime.

Desconhece-se para já qual foi o método utilizado para aceder ao interior da loja. Apesar de tudo, a papelaria vai continuar em funcionamento apenas com o serviço de venda de jornais.

Most Popular Topics

Editor Picks