12.906 pedidos de voto antecipado de pessoas em confinamento e idosos

O Ministério da Administração Interna informa que recebeu 12.906 pedidos de voto antecipado por parte de pessoas em confinamento (que não podem sair de casa) e de idosos residentes em lares.

Esta terça e quarta-feira, equipas de cada concelho, devidamente equipadas e com regras sanitárias estritas, irão recolher os votos, porta a porta, a casa de quem está confinado e aos lares de idosos.

As eleições presidenciais, que se realizam em plena epidemia de covid-19 em Portugal, estão marcadas para 24 de janeiro e esta é a 10.ª vez que os portugueses são chamados a escolher o Presidente da República em democracia, desde 1976.

Concorrem às eleições sete candidatos: Marisa Matias (apoiada pelo Bloco de Esquerda), Marcelo Rebelo de Sousa (PSD e CDS/PP) Tiago Mayan Gonçalves (Iniciativa Liberal), André Ventura (Chega), Vitorino Silva, mais conhecido por Tino de Rans, João Ferreira (PCP e PEV) e a militante do PS Ana Gomes (PAN e Livre).

Famalicão: FAC suspende treinos da formação

O Famalicense Atlético Clube (FAC) suspendeu todos os treinos dos escalões de formação, mantendo, no entanto, os treinos e competição das equipas seniores que militam na 1.ª divisão.

A decisão resulta das medidas de confinamento, determinadas na passada semana pelo governo.

A direção do FAC apela ao respeito das regras em vigor, mantendo uma avaliação diária da evolução da pandemia covid-19.

 

Famalicão: Município continua a entregar Equipamentos de Proteção Individual

O Município de Famalicão continua a ceder equipamento de proteção individual a instituições que estão na linha da frente, como hospitais, centros de saúde, bombeiros, forças de segurança, Cruz Vermelha, etc. Na última reunião de Câmara, realizada esta quarta-feira, foi feita uma nova atualização dos equipamentos entregues, por força de doações ou aquisições do município.

Paulo Cunha, presidente da Câmara Municipal, esclarece que no início da pandemia as solicitações eram mais mas que, entretanto, também as instituições se foram adaptando às exigências. No entanto, garante que o município «vai manter-se atento às necessidades e não deixará de apoiar sempre que for necessário».

Famalicão: GDN encerra escola de natação

Mediante o atual contexto de confinamento, o Grupo Desportivo de Natação encerrou a sua escola. Porém, esta tomada de posição, não impede o clube de se manter próximo dos seus alunos e, neste sentido, desenhou um plano de ação para este momento «a pensar no bem-estar e saúde física e mental de todos».

Assim, o clube avança com novos benefícios, na retoma da atividade, esta época e para a próxima, e tem ao dispor aulas on-line, em direto, de treino funcional, flexibilidade e outras, lecionadas pelos professores, até à retoma das atividades na água.

Neste período de confinamento, não será feito atendimento presencial na secretaria do clube, pelo que deverão utilizar os contactos habituais de telefone – 960 004 293 – e email – [email protected] – que vão manter-se ativos, para informações ou esclarecimento de qualquer ordem.

Em nota informativa emitida, a direção do GDN assinala que não se registou nenhum foco de covid-19 nas instalações que utiliza, «nem em qualquer piscina municipal em todo o país», mas compreende e concorda «com esta medida extrema, dado os recentes desenvolvimentos da situação pandémica, tendo em vista o bem maior que se pretende atingir – a saúde e a própria vida de todos nós».

De resto, o clube promete continuar a trabalhar «incessantemente para que todos os que frequentam as nossas piscinas municipais, se sintam tão seguros como em suas casas. E, continuaremos com esse afinco e entrega, quando as autoridades de saúde permitirem que o G.D. Natação de Famalicão possa fazer aquilo que mais gosta – servir os famalicenses».

Confinamento: Feiras e mercados só com alimentação

Face à situação de confinamento geral do país, para salvaguarda da saúde pública, o município de Famalicão adotou um conjunto de medidas, que estão em vigor desde a passada sexta-feira.

Os serviços municipais de atendimento vão privilegiar a via telefone (252 320 900) e/ou digital ([email protected] e/ouwww.famalicao.pt). Atendimento presencial só com prévio agendamento e para situações devidamente justificadas.

Todos os equipamentos culturais da responsabilidade do município, como os museus, galerias de arte e salas de exposições, a Casa das Artes, a Biblioteca Municipal e polos e o Arquivo Municipal estão encerrados ao público, assim como os pavilhões desportivos municipais, piscinas, recintos polidesportivos e parques infantis municipais.

Mas mantêm-se abertas as secretarias das piscinas municipais de Ribeirão, Joane e Oliveira S. Mateus para o pagamento de água, resíduos e refeições escolares.

A Casa da Juventude mantém o atendimento digital através do número 252 314 582 e do email[email protected]pt.

Quanto ao atendimento no Canil Municipal, o mesmo está a funcionar apenas por marcação através do contacto 913791535.

O Parque da Devesa continua aberto ao público com o rigoroso cumprimento das regras estabelecidas pela Direção-Geral da Saúde e obediência das medidas de proteção contra a Covid-19.

Feiras e mercados voltam a estar circunscritos à área da alimentação, sendo que todas as outras atividades comerciais ficam suspensas.

A autarquia famalicense decidiu também suspender toda a agenda de animação cultural e social do município, com natural exceção para os eventos realizados online.

Recorde-se que o Município e a Associação de Restaurantes de Famalicão decidiram alargar a entrega gratuita de refeições ao domicílio durante todos os dias da semana, de segunda a domingo, ao jantar, já a partir de hoje, sexta-feira.

Numa mensagem dirigida aos famalicenses, Paulo Cunha referiu que «o novo confinamento obrigatório é um sinal inequívoco da situação particularmente difícil que o país vive e que, por isso, é preciso renovar um conjunto de recomendações e evidenciar o quanto o seu cumprimento é necessário para que todos sejamos bem-sucedidos».

O autarca deixou ainda uma palavra de estímulo aos famalicenses para que cumpram as regras, «continuando a fazer o que é preciso, mas de uma forma diferente, com mais cautela e recato», deixando também a garantia de que todos os apoios anunciados em março, no âmbito do Plano de Reação à Situação Epidérmica e de Intervenção Social e Económica implementado pela autarquia, vão continuar em vigor e vão ser reforçados.

O Município de Vila Nova de Famalicão apela à consciência cívica de todos os famalicenses na defesa da sua saúde e da saúde da comunidade, com o respeito máximo por todas as orientações emanadas pela Direção-Geral da Saúde: ficar em casa, limitar os contactos ao agregado familiar, reduzir as deslocações ao essencial, usar máscara, manter o distanciamento, lavar frequentemente as mãos e cumprir a etiqueta respiratória.

D. Jorge Ortiga pede «escrupuloso» cumprimento das medidas do novo confinamento

Em virtude do novo confinamento decretado pelo governo, o Arcebispo Primaz, D. Jorge Ortiga, pede aos fiéis que sejam «exímios cumpridores» das medidas estipuladas em Conselho de Ministros. «Seremos cumpridores escrupulosos de tudo quanto nos é determinado», começa por dizer.

O prelado afirma que, com o confinamento, será ainda mais necessário que a comunidade se una, tornando a circunstância numa oportunidade de «solidariedade afectiva e solicitude efectiva», concretizando «uma fraternidade que a pandemia não só não pode destruir mas, antes pelo contrário, deve tornar mais forte e consistente», apela.

O Arcebispo sublinha a oportunidade de os fiéis participarem nas eucaristias e pede que se evitem outro tipo de celebrações que, fora do âmbito litúrgico, possam provocar mais contágios.

Neste sentido, casamentos e baptizados devem ser adiados, «não pela celebração em si, mas por aquilo que provocam. Poderão estar presentes poucas pessoas. Só que, mesmo que sejam famílias, procedem de ambientes diferentes e podem tornar-se portadores do vírus provocando contágios que deverão ser evitados», alerta.

Most Popular Topics

Editor Picks