Covid-19: Hospital de Famalicão com 81 internados

O Centro Hospitalar do Médio Ave, unidade de Famalicão, é reflexo da tendência crescente de casos covid-19 no concelho. A unidade hospitalar, às 24 horas desta segunda-feira, tinha 81 internados.

Recorde-se que em novembro passado chegou a ter 94 internados e foi obrigado a transferir doentes covid para outras unidades hospitalares do país.

A Direção Geral da Saúde atualizou, esta segunda-feira, a lista de concelhos de risco para a Covid-19 no território nacional. Vila Nova de Famalicão, como registou uma subida de casos nas últimas duas semanas, voltou a entrar para a lista de concelhos de risco extremamente elevado. No período em análise, as primeiras duas semanas de 2021, o concelho famalicense registou 1079 casos por cada 100 mil habitantes.

Primeira toma da vacina nos lares concluída no final da próxima semana

O Governo quer concluir a primeira toma da vacina contra a covid-19 nos lares até ao final da próxima semana. A intenção foi manifestada pelo primeiro-ministro, que assume a existência de condições para acelerar o processo nestas instituições.

«Face às novas informações da Pfizer e também pela Agência Europeia do Medicamento, estamos em condições de melhorar a gestão do nosso stock de vacinas e acelerar o processo de vacinação nos lares», assumindo como objetivo «concluir até ao final da próxima semana a vacinação integral da primeira toma em todos os lares», salvo aqueles onde existam surtos.

A declaração de António Costa foi proferida em conferência de imprensa, no Palácio de São Bento, no final do Conselho de Ministros extraordinário que determinou o agravamento das medidas de restrição e combate à pandemia de covid-19.

Novas restrições ficam a aguardar promulgação do Presidente da República

As novas medidas anunciadas, esta tarde, pelo primeiro-ministro ainda não têm data para entrar em vigor.

O Governo ainda está a escrever o diploma legal e, depois, Marcelo Rebelo de Sousa, terá que as promulgar e só depois entrarão em vigor. Recorde-se, que o presidente da República já fez saber que apoia o endurecimento das medidas.

«Temos procurado evitar que haja um prazo muito curto entre publicação e entrada em vigor, para as pessoas se poderem organizar», afirmou António Costa.

Hipermercados estão impedidos de vender produtos não alimentares

A partir desta segunda-feira, dia 18, supermercados e hipermercados estão impedidos de vender artigos não alimentares como roupa, livros, objetos de decoração, jogos e brinquedos, artigos de desporto, acessórios de moda, calçado, etc.

Esta determinação surge porque estes produtos se vendiam nas lojas de rua e a retalho que foram encerradas neste confinamento geral.

Pelo que os supermercados e hipermercados «devem retirar os produtos, ocultar a sua visibilidade ou isolar as áreas de venda, naturalmente no sentido de impedir o acesso por parte dos consumidores», explicou o secretário de Estado do Comércio, João Torres.

O despacho que proíbe supermercados e hipermercados de venderem este tipo de produtos durante o confinamento não prevê qualquer contraordenação em caso de incumprimento, mas vai haver “vigilância atenta” da ASAE.

Ordem dos Médicos pede um confinamento geral como o de março

O bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães, pediu que o Governo adote um confinamento geral e que aumente a capacidade de testagem de infetados e respetivos contactos para quebrar as cadeias de transmissão da COVID-19. É preciso «adotar sem reservas e com a maior brevidade um confinamento geral, no mínimo semelhante ao que ocorreu em março/abril de 2020, com uma situação muito menos severa», lê-se no comunicado da Ordem dos Médicos emitido esta segunda-feira às redações.

«É inaceitável continuar nas meias medidas», lê-se, ainda, no comunicado.

O bastonário defende, também, que sejam revistos os critérios de prioridade na vacinação e que os médicos de família sejam libertados das funções associadas de rastreio de contactos para que os doentes possam ter mais facilmente acesso aos cuidados de saúde primários.

Most Popular Topics

Editor Picks