Armindo Araújo foi 4º do CPR no Rali Vinho Madeira

Armindo Araújo e Luís Ramalho terminaram o Rali Vinho Madeira na quarta posição do Campeonato de Portugal de Ralis, sexta da geral, e partem para as duas últimas provas do calendário com uma margem confortável na liderança da classificação, após um rali onde um furo comprometeu, em absoluto, a luta pela vitória e discussão dos lugares do pódio.

Depois de ter iniciado o rali na liderança e ter dominado os acontecimentos até à quinta especial de classificação, entre os concorrentes do CPR, a dupla do Hyundai i20 R5 perdeu mais de três minutos na segunda passagem por Palheiro Ferreiro, quando se viu obrigada a parar em pleno troço para mudar a roda esquerda. “Começamos bem este rali e estávamos a liderar o CPR mas acabamos por furar e perder imenso tempo a partir desse momento. Sabíamos que conseguiríamos recuperar algumas posições, mas também que dificilmente subiríamos a um lugar no pódio. Terminamos em quarto e conseguimos minimizar as perdas, numa prova onde tivemos algumas dificuldades em acertar com as afinações para os troços madeirenses e para a forma como gosto de guiar”, começou por dizer Armindo Araújo no final da prova.

Em termos de campeonato, o piloto de Santo Tirso sai do Rali Vinho Madeira com 22,93 pontos de vantagem sobre Ricardo Teodósio e mais de trinta sobre José Pedro Fontes e Miguel Barbosa, quando faltam 60 pontos para disputar. “Perdemos alguns pontos, mas continuamos com uma margem interessante na liderança da classificação. Apesar de não termos alcançado o resultado que esperávamos continuamos na frente e o lote de candidatos ao título está cada vez mais reduzido. A partir de agora apenas quatro equipas podem conquistar o campeonato e estamos obviamentem muito satisfeitos por sermos uma delas e a que mais perto está desse objetivo. Vamos para Amarante motivados e focados em colocar o Hyundai novamente nos primeiros lugares”, disse ainda o piloto do Team Hyundai Portugal |Armindo Araújo.

O Rali de Amarante / Baião é a próxima prova do CPR e vai para a estrada nos próximos dias 21 e 22 de Setembro.

Armindo Araújo volta às estradas da Madeira

O Campeonato de Portugal de Ralis está de visita à ilha da Madeira e a caminho das derradeiras provas da temporada. O Rali Vinho Madeira, a sétima e penúltima prova do calendário trará, no seu final, uma maior definição quanto ao lote de pilotos que poderão discutir o título absoluto de 2018. Armindo Araújo e Luís Ramalho lideram a classificação e partem, para a prova insular, focados em conseguir o melhor resultado possível para as contas do CPR. Sem competir nas estradas da Perola do Atlântico desde 2006, Armindo Araújo espera conseguir lutar pelas primeiras posições da classificação.

“É ótimo voltar a disputar um rali como este e que não deixa nenhum piloto indiferente. As classificativas da Madeira têm características muito particulares o que tornam a prova muito exigente. Temos de perceber que a oposição estará muito forte, pois tem vindo a disputar este rali todos os anos, mas vamos lutar pelas primeiras posições como fazemos em todas as provas”, começa por dizer o piloto de Santo Tirso. Com muitos pilotos locais em máquinas tão competitivas como o Hyundai i20 R5 do Team Hyundai Portugal | Armindo Araújo, a discussão pela vitória à geral na prova organizada pelo Club Sports Madeira passará certamente por algumas destas equipas. Para o líder do campeonato “o nosso principal objetivo é naturalmente as contas do CPR. Obviamente que todas as equipas presentes gostariam de poder vencer uma prova como o Rali Vinho Madeira e nós não somos exceção. Com basicamente duas provas distintas dentro de uma temos que nos focar no mais importante e isso é claramente a matemática que nos permita chegar ao título no final do ano”, concluiu Armindo Araújo.

O Rali Vinho da Madeira tem início na próxima sexta-feira, dia 3 de Agosto e termina no domingo, dia 5, após a disputa de 19 especiais de classificação.

Reveja o momento em que um carro se incendiou na Especial de Riba de Ave

A Super Especial de Riba d’Ave, realizada no último fim de semana, ficou marcada por um momento de tensão no final da primeira passagem. José Pires, ao volante de Ford Escort MK, viu-se obrigado a abandonar a viatura depois desta ter começado a arder.

A situação foi prontamente resolvida pela organização e pela equipa de bombeiros no local. No final a assistência aplaudiu o piloto que acabou por não conseguir continuar em prova.

Video: Vitor Martins

Saiba por onde passa o Rali de Famalicão

Dia 21 Julho 2018 (Sábado)

1ª ETAPA – 1ª SECÇÂO – SÁBADO – 21 JULHO 2018

12.50H – PEC 1 – Mouquim / Lemenhe / Jesufrei

13.20H – PEC 2 – Arnoso Santa Maria / Nine / Arnoso Santa Eulália

14.13H – PEC 3 – Outiz / Vilarinho das Cambas / Calendário

1ª ETAPA – 2ª SECÇÂO – SÁBADO – 21 JULHO 2018

16.03H – PEC 4 – Mouquim / Lemenhe / Jesufrei

16.33H – PEC 5 – Arnoso Santa Maria / Nine / Arnoso Santa Eulália

17.26H – PEC 6 – Outiz / Vilarinho das Cambas / Calendário

1ª ETAPA – 3ª SECÇÂO – SÁBADO – 21 JULHO 2018

21.00H – PEC 7 – Fradelos / Vilarinho das Cambas / Calendário

21.55H – Parque Fechado Final – Câmara Municipal de Famalicão

 

Pedro Almeida apadrinha Rali Famalicão

Na impossibilidade de se apresentar em ritmo de competição com o Ford Fiesta R5, com o qual participa no Campeonato Portugal Ralis, Pedro Almeida junta-se ao Rali de Famalicão num formato de carro de segurança, tradicionalmente denominado de carro “0”.

O jovem piloto famalicense e, vencedor da edição de 2017 do Rali de Famalicão irá ser um dos condutores dos carros de segurança “É um prazer para mim marcar presença no rali da minha terra de onde sou natural e cresci. Ao contrário do ano transato não será possível participar de outra forma que não seja de carro 0. Contudo, não poderia deixar de marcar presença, seja de que forma for. Este é uma prova e um evento que merece o apoio de todos e, eu não seria excepção numa terra e num município que me apoia e nutre muito carinho pela modalidade”, revelou Pedro Almeida que este ano encarou os ralis com grande ambição, sendo um dos pilotos com presença no Campeonato Portugal Ralis, acompanhado pelo navegador Nuno Almeida.

O Rali de Famalicão disputa-se no próximo sábado, 21 julho, com partida da primeira viatura às 12h das instalações da NHClima, seguindo-se dupla passagem pelas 3 Pec’s e finalizando com a especial noturna, estando prevista a chegada aos paços do concelho por volta das 22h. Uma organização do Team Baia que conta com o apoio da Câmara Municipal de Famalicão, sendo pontuável para o Troféu CIN e candidata ao calendário do Campeonato Norte de Ralis para o próximo ano.

Most Popular Topics

Editor Picks