Braga: Juiz liberta condutor alcoolizado que terá atropelado mortalmente estafeta da Telepizza

Depois de alegadamente ter embatido contra a mota da Telepizza e ter sido o responsável pela morte do jovem que ia ao volante dela, o homem de 61 anos acabou por fugir do local sem prestar auxílio e só foi localizado momentos mais tarde pelas autoridades.

Sabe-se agora que o indivíduo, no momento do acidente, conduzia com uma taxa de álcool no sangue de 1,582 g/l.

Ouvido na tarde desta sexta-feira no Tribunal Judicial de Braga, o homem acabou libertado pelo juiz e vai aguardar pelo julgamento com termo de identidade e residência

Braga: Entregador de pizzas morre depois de acidente em que o condutor fugiu

Um entregador de pizas morreu, esta quinta-feira à noite, na sequência de uma colisão com um carro, que se colocou em fuga após o acidente, na Variante do Cávado, em São Martinho de Dume, Braga. O condutor suspeito foi detido pela PSP.

O acidente ocorreu cerca das 20.45 horas na EN101, estrada que liga Braga a Vila Verde. O condutor do motociclo ficou em estado considerado muito grave e foi transportado pela INEM para o Hospital de São João, no Porto, onde acabou por morrer. A vítima, João Silva, tinha 21 anos e era também estudante. Trabalhava como distribuidor de pizas para ajudar a pagar as propinas e outras despesas dos estudos na Universidade do Minho, em Gualtar, Braga.

O condutor do carro, um Mercedes, fugiu do local – perto das instalações da Volvo – e, mais à frente, na freguesia de São Vicente, foi detido pelas autoridades. O suspeito, de 63 anos, residente na freguesia de São Mamede de Este, em Braga, tem uma estação de recolha de automóveis, em São Vicente, no centro de Braga, onde se estaria a preparar para esconder o seu carro acidentado, quando foi detido por agentes da PSP de Braga.

A Polícia de Segurança Pública apreendeu o automóvel, da marca Mercedes, de cor negra, que seguiria em contramão, apanhando de surpresa o jovem que trabalhava na Telepizza.

A Esquadra de Trânsito do Comando Distrital de Braga da PSP tomou conta da ocorrência e os agentes dos carros de patrulha detiveram o suspeito, em colaboração com a Esquadra de Intervenção e Fiscalização Policial, tendo os Bombeiros Sapadores limpado a estrada.

Carros estacionados “engolidos” pela subida da maré

A situação aconteceu em Vila Praia de Ancora, no concelho de Caminha. Os veraneantes foram surpreendidos com a subida a maré e viram as suas viaturas sendo “engolidas” pelo mar.

Em muitos dos casos não foi possível localizar os proprietários dos carros e a população, numa tentativa de minorar os prejuízos destes automobilistas, tentou arrastar as viaturas para um local mais seguro.

Até 2022 vamos ter anos “anormalmente quentes”

O período até 2022 poderá registar temperaturas ainda mais elevadas do que o esperado, com anos “anormalmente quentes”, segundo um estudo baseado num novo método de previsão.

O trabalho realizado por investigadores das universidades de Brest, na França, e Southampton, no Reino Unido, e pelo Instituto Real Holandês de Meteorologia “mostra que, a nível geral, [o período] 2018-2022 pode ser ainda mais quente que o esperado com base no aquecimento global” atualmente aceite.

“O aquecimento causado pelas emissões de gases com efeito de estufa não é linear: parece ter descido no início do século XXI, um fenómeno conhecido como hiato do aquecimento global. Um novo método para prever as temperaturas médias, no entanto, sugere que os próximos anos serão provavelmente mais quentes que o esperado”, refere a informação divulgada.

O sistema agora desenvolvido, e no qual se baseiam as conclusões do estudo publicado na Nature Communications, não utiliza as técnicas tradicionais de simulação.

A nova alternativa usada pelos investigadores aplica um método estatístico para procurar simulações climáticas dos séculos XX e XXI, utilizando vários modelos de referência para encontrar “analogias” entre as condições atuais do clima e deduzir possibilidades para o futuro.

“A precisão e confiança deste sistema de probabilidade é, pelo menos, equivalente aos métodos atuais, principalmente para o objetivo de simular o hiato do aquecimento global do início deste século”, salienta a informação divulgada.

O novo método prevê que a temperatura média do ar pode ser anormalmente alta entre 2018 e 2022, devido a uma baixa probabilidade de ocorrência de fenómenos de frio intenso.

O fenómeno de subida da temperatura é ainda mais realçado no que respeita aos valores para a superfície do mar, o que se explica pela elevada probabilidade de eventos de calor, que, em determinadas condições, podem levar a um aumento das tempestades tropicais.

Atualmente, o novo método só é aplicável para médias globais, mas, os cientistas querem agora adaptá-lo para serem realizadas previsões regionais e para tendências de precipitação e seca, além da temperatura.

LUSA

Apanhado a circular com 645 doses de droga

A GNR de Vizela deteve um indivíduo de 53 anos de idade, que circulava no seu veículo, tendo em sua posse 645 doses de droga.

Segundo informações divulgadas pelo Comando Territorial de Braga da Guarda Nacional Republicana (GNR), o homem foi detido em «flagrante delito», sendo agora suspeito de «tráfico de estupefacientes». Aquela situação ocorreu no concelho de Vizela, no passado sábado, quando uma patrulha da GNR, no âmbito de uma intervenção, abordou o indivíduo suspeito quando este circulava no seu veículo. «Posteriormente foi realizada uma busca domiciliária», revelaram os militares.

O indivíduo tinha em posse 125 doses de cocaína e 520 doses de heroína, que as autoridades apreenderam, bem como um veículo, dois telemóveis e 880 euros em dinheiro. O detido, com antecedentes criminais pelo mesmo tipo de ilícito, após ter sido presente ao Tribunal Judicial de Guimarães, ficou sujeito à medida de coação de apresentações diárias no posto policial da sua área de residência.

O sujeito aguarda julgamento judicial.

Most Popular Topics

Editor Picks