Noite Branca de Braga? Atenção às alterações ao trânsito e estacionamento!

O Município de Braga informa que, por motivo da realização do evento ´Noite Branca Braga 2018´, que decorre de 31 de agosto a 2 de setembro, estão previstos os seguintes condicionamentos de trânsito e de estacionamento conforme o exposto:

– É proibido o estacionamento automóvel na Praça Municipal e Rua de Santo António até às 23h59 do dia 2 de setembro;

– O arruamento a nascente do edifício Municipal na Praça Municipal fica encerrado ao trânsito e estacionamento automóvel até às 23h59 do dia 3 de setembro;

– É proibido o estacionamento automóvel na Rua D. Frei Caetano Brandão, desde a Praça Conselheiro Torres de Almeida até ao cruzamento com a Rua D. Diogo de Sousa, bem como nos arruamentos Norte e Sul da Praça Municipal, entre o entroncamento destes com o arruamento a Nascente do edifício Municipal e a Rua D. Frei Caetano Brandão até às 23h59 do dia 3 de setembro;

– É proibido o trânsito automóvel na Avenida Visconde Nespereira das 19h do dia 31 de agosto até às 8h do dia 2 de setembro;

– É proibido o estacionamento automóvel na Avenida Visconde Nespereira das 14h do dia 31 de agosto até às 8h do dia 2 de setembro;

– É proibido o trânsito automóvel na Praça Municipal e Rua de Santo António das 14h do dia 31 de agosto até às 23h59 do dia 2 de setembro;

– É proibido o trânsito automóvel no arruamento entre a Praça Conselheiro Torres de Almeida e a Rua Alferes Alfredo Ferreira das 20h30 do dia 31 de agosto às 6h dia 1 de setembro e das 20h30 do dia 1 de setembro às 6h do dia 2 de setembro;

– É proibido o estacionamento automóvel no arruamento entre a Praça Conselheiro Torres de Almeida e a Rua Alferes Alfredo Ferreira das 14h do dia 31 de agosto às 05h do dia 1 de setembro e das 14h do dia 1 de setembro às 05h do dia 2 de Setembro;

– Na Rua Alferes Alfredo Ferreira é condicionado o trânsito e o estacionamento automóvel, mediante necessidades pontuais que se venham a verificar, e por forma a garantir condições de segurança e circulação, entre as 14h do dia 31 de agosto e as 23h59 do dia 2 de setembro;

– É proibido o trânsito automóvel na Avenida Central e na Rua dos Chãos entre as 19h do dia 31 de agosto e as 06h do dia 1 de setembro e entre as 19h do dia 1 e as 06h do dia 2 de setembro;

– É proibido o trânsito automóvel na Rua D. Frei Caetano Brandão, desde a Praça Conselheiro Torres de Almeida até ao cruzamento com a Rua D. Paio Mendes, entre as 19h00 do dia 31 de Agosto e as 06h00 do dia 1 de Setembro e entre as 19h00 do dia 1 e as 06h00 do dia 2 de setembro;

– Entre as 20h do dia 31 de agosto e as 06h do dia 1 de Setembro e entre as 20h do dia 1 e as 06h do dia 2 de setembro não serão permitidos acessos à Área Pedonal, sendo estes salvaguardados unicamente em situações de emergência.

«Praça de táxis»

Em virtude das restrições de circulação automóvel que se irão observar, e por forma a garantir o seu normal funcionamento, é alterado provisoriamente o local de estacionamento de viaturas de transporte público de aluguer em veículos ligeiros de passageiros, localizado na Avenida Central.

Assim, e entre os dias 31 de Agosto e 2 de Setembro, ficará a praça de táxis localizada do lado Norte da Avenida Central, entre a Rua de S. Gonçalo e o número 95 da Avenida (a poente da Rua de S. Gonçalo).

«Condicionamento de acesso a parques de estacionamento»

O acesso ao Parque de Estacionamento do Campo da Vinha pela entrada da Praça Conselheiro Torres e Almeida, assim como a respectiva saída, serão fechadas entre as 19h00 do dia 31 de Agosto até às 03h00 do dia 01 de Setembro e das 19h00 do dia 01 de Setembro até às 05h00 do dia 02 de Setembro. Nestes horários o acesso ao Campo da Vinha será efectuado pelas demais entradas existentes, estando disponíveis todas as restantes saídas do parque.

GNR apreende 4229 artigos contrafeitos

O Comando Territorial de Braga, através do Destacamento Territorial de Guimarães, apreendeu 4229 artigos contrafeitos, na feira semanal das Taipas.

No âmbito de uma ação de fiscalização realizada na feira semanal das Taipas, os militares apreenderam 1689 peças de roupa, 824 pares de calçado e 1716 acessórios (malas,´carteiras, pulseiras, relógios e óculos). No decorrer daquela operação, foram constituídos quatro arguidos, duas mulheres e dois homens por prática de crime de contrafação.

«Ruído de vizinhança»

Sabia que o «Ruído de vizinhança» é o ruído associado ao uso habitacional e às atividades que lhe são inerentes, produzido diretamente por alguém ou por intermédio de outrem, por coisa à sua guarda ou animal colocado sob a sua responsabilidade, que, pela sua duração, repetição ou intensidade, seja suscetível de afetar a saúde pública ou a tranquilidade da vizinhança?

As autoridades policiais podem:
– ordenar ao produtor de ruído de vizinhança, produzido entre as 23 e as 7 horas, a adoção das medidas adequadas para fazer cessar imediatamente a incomodidade;
– fixar ao produtor de ruído de vizinhança produzido entre as 7 e as 23 horas um prazo para fazer cessar a incomodidade.

Relativamente às obras de recuperação, remodelação ou conservação realizadas no interior de edifícios destinados a habitação, comércio ou serviços que constituam fonte de ruído apenas podem ser realizadas em dias úteis, entre as 8 e as 20 horas, não se encontrando sujeitas à emissão de licença especial de ruído.
O responsável pela execução das obras afixa em local acessível aos utilizadores do edifício a duração prevista das obras e, quando possível, o período horário no qual se prevê que ocorra a maior intensidade de ruído.

Consulte o Posto da sua área residencial.

Cada beneficiário terá direito a duas botijas solidárias de gás por mês

Segundo a portaria, o projecto tem por objectivo testar a aplicação da tarifa solidária num número limitado de municípios do continente, tendo a duração de um ano, contado da data de celebração do primeiro protocolo.

São elegíveis para beneficiar da tarifa solidária as pessoas singulares em situação de “carência socio-económica”, nomeadamente as que são abrangidas pelo complemento solidário para idosos, rendimento social de inserção, subsídio social de desemprego, abono de família, pensão social de invalidez e também as pessoas cujo agregado tenha um rendimento anual igual ou inferior a 5808 euros, acrescido de 50% por cada elemento (até ao máximo de dez) e que não receba qualquer outro rendimento.

Da mesma forma, vão ser considerados beneficiários os que usufruem da tarifa social de energia eléctrica, devendo, para isso, “a Direcção geral da Energia e Geologia (DGEG) fornecer aos municípios requerentes a identificação dos beneficiários elegíveis”.

DECO alerta para o perigo dos colares da moda nos bebés

Os colares de âmbar já se tornaram uma moda para aliviar a dor causada pelos primeiros dentes dos bebés. No entanto, a DECO alerta para o risco de asfixia e eficácia não comprovada. O acessório é feito em âmbar e alegadamente funciona como um “analgésico” natural.

As publicidades promovem que o colar, em contacto com o corpo, liberta óleos e propriedades que serão absorvidos pela corrente sanguínea dos bebés, aliviando o desconforto da dor. “Não existem estudos científicos que comprovem a eficácia dos colares de âmbar. Além disso, o seu uso acarreta alguns riscos para a criança”, confirma a DECO em comunicado. É dito que os colares podem constituir um risco de asfixia e estrangulamento dado que as crianças podem puxar ou até colocar as pedras de âmbar na boca, caso o colar se parta. “Alguns pontos de venda garantem que entre as peças são dados nós para evitar que estas se espalhem no caso de o fio partir. O nosso conselho é não arriscar e não comprar estes colares”, acrescenta a associação da defesa do consumidor.

Most Popular Topics

Editor Picks