Pedro Almeida e Nuno Almeida terminam Terras D’Aboboreira

Rali ??? SS4 Marco Rios de emoção 1⏱️ 6'16"7? SS5 Baião Vida Natural 1

Publicado por Pedro Almeida Race Page em Sábado, 7 de setembro de 2019

 

Pedro Almeida e Nuno Almeida terminaram o Rali Terras D’Aboboreira no quinto lugar entre os pilotos que ponturam para o Campeonato de Portugal de Ralis, sextos classificados na geral final do Rali.

Foi um Rali algo ‘estranho’ porque o resultado acaba por nos dar uma classificação positiva, com pontos importantes para o campeonato, mas saímos com a sensação de que já tivemos melhores prestações.

O Rali foi muito exigente e competitivo, com um ritmo elevado entre os pilotos da frente. Pedro Almeida trazia outras expectativas para a prova.

Trabalhamos muito e preparamos bem este Rali mas as coisas acabaram por não sair tão bem como, por exemplo, havíamos feito em Castelo Branco. Apesar disso tiramos aprendizagem e esse é outro dos pontos positivos que levamos daqui.

A dupla de Famalicão terminou o Rali Terras D’Aboboreira no quinto lugar e soma mais 12 pontos no campeonato, sobe ao sexto lugar do nacional. A prova decorreu nos concelhos de Amarante, Baião e Marco de Canaveses.

A próxima prova do CPR é o Rali Vidreiro a realizar nos dias 4 e 5 de Outubro. O piloto vai preparar o Rali na expectativa de chegar à Marinha Grande e retomar os índices competitivos já registados. “Vamos procurar estar melhor, mantendo regularidade mas com um ritmo de andamento mais próximo dos primeiros. Esse é um dos desafios que nos colocamos esta temporada e vamos trabalhar para os alcançar” concluíu.

Pedro Almeida apadrinha Rali Famalicão

Na impossibilidade de se apresentar em ritmo de competição com o Ford Fiesta R5, com o qual participa no Campeonato Portugal Ralis, Pedro Almeida junta-se ao Rali de Famalicão num formato de carro de segurança, tradicionalmente denominado de carro “0”.

O jovem piloto famalicense e, vencedor da edição de 2017 do Rali de Famalicão irá ser um dos condutores dos carros de segurança “É um prazer para mim marcar presença no rali da minha terra de onde sou natural e cresci. Ao contrário do ano transato não será possível participar de outra forma que não seja de carro 0. Contudo, não poderia deixar de marcar presença, seja de que forma for. Este é uma prova e um evento que merece o apoio de todos e, eu não seria excepção numa terra e num município que me apoia e nutre muito carinho pela modalidade”, revelou Pedro Almeida que este ano encarou os ralis com grande ambição, sendo um dos pilotos com presença no Campeonato Portugal Ralis, acompanhado pelo navegador Nuno Almeida.

O Rali de Famalicão disputa-se no próximo sábado, 21 julho, com partida da primeira viatura às 12h das instalações da NHClima, seguindo-se dupla passagem pelas 3 Pec’s e finalizando com a especial noturna, estando prevista a chegada aos paços do concelho por volta das 22h. Uma organização do Team Baia que conta com o apoio da Câmara Municipal de Famalicão, sendo pontuável para o Troféu CIN e candidata ao calendário do Campeonato Norte de Ralis para o próximo ano.

Pedro Almeida brilhou no Pinhal do Rei – Rali Vidreiro

Pedro Almeida, acompanhado por Nuno Almeida, deixou-se fascinar pelo mar e a mata da região da Marinha Grande e, tirou o máximo partido da estratégia delineada à partida da primeira jornada da fase de asfalto do Campeonato Portugal Ralis, terminando o Rali Vidreiro na sexta posição. “Cumprimos à risca a estratégia que delineamos à partida deste rali, como em todos os anteriores, primeiro é terminar. Chegamos ao final na sexta posição do CPR, numa dura e longa prova, mas o Ford Fiesta R5 esteve sempre em grande nível e toda a equipa fez um excelente trabalho, como tem sido apanágio”, começou por dizer Pedro Almeida na chegada à assistência na Marinha Grande.

O jovem piloto de Famalicão não escondia a satisfação pela excelente “estreia” do Ford Fiesta R5 em pisos de asfalto, naquela que foi também, a primeira prova de Pedro Almeida no CPR neste tipo de piso: “Como em qualquer modalidade desportiva, os ralis também podem provocar contratempos, e este não foi exceção. Contrariedades que foram sendo “reparadas”, mas fizeram perder tempo, essencialmente com a válvula pop-off, durante a manha de hoje que acabaria por ser solucionada na assistência. Na partida para a derradeira seção penalizamos à entrada da primeira especial devido à quebra da barra estabilizadora e tivemos que “jogar” com a meteorologia que se apresentou instável e baralhou a escolha de pneus. Já o Fiesta R5 esteve em excelentes condições com um set-up perfeito”, revelou Pedro Almeida cada vez mais à vontade com o carro assistido pela ARC Sport.

O Campeonato Portugal Ralis segue agora para Castelo Branco para a realização da quinta jornada, agendada para 30 de junho e 1 de julho: “Uma região onde já fui muito feliz, foi lá que obtive a primeira vitória na minha curta carreira no desporto motorizado, vencendo numa jornada de ralicross”, salientou Pedro Almeida que conta com os seguintes apoios: Nhclima – Ventilação e Climatização, Bamesa,JACunha – Equipamentos e Logística, Lda, JAC Transporte, NHGROUP, Suba – Creative Agency, Famaconcret, Lda, Telheiro & Gonçalves, Lda, Habialuminios, Lda, Cozicruz, MobiliárioL3W – Material Eléctrico, Bricofama – Bricolage e materiais similares para construção, Ponto Placa – Materiais de Construção, e Município de Famalicão.

Rui Raimundo vitorioso no Rali de Portugal

Melhor era quase impossível! Daniel Nunes e o famalicense Rui Raimundo, na sua estreia no Rally de Portugal conseguiram uma notável exibição que os levou ao triunfo no Campeonato de Portugal de Ralis 2 Rodas Motrizes e ainda a um brilhante 2º lugar na Peugeot Rally Cup Ibérica.

Num rali que à partida já se previa muito duro e onde a gestão da prova seria fundamental, a dupla do Peugeot 208 R2 partiu para o rali em piso de terra bastante concentrados em não cometer erros ou excessos, mas ainda assim o primeiro dia não foi isento de percalços, com um amortecedor partido e dois furos. O troféu monomarca apresentou um nível competitivo bastante elevado com muitos candidatos ao top 5, mas a equipa surpreendeu com um excelente andamento e com uma estratégia de prova que funcionou em pleno e permitiu-lhes concluir a prova inaugural da competição com um excelente resultado.

Terminada a competição da Peugeot, a dupla concentrou-se no Nacional de 2 rodas motrizes e bastou gerir para garantir a vitória que andava a escapar nas últimas provas. Como refere Daniel Nunes, “tivemos um início de rali complicado! 2 furos e um amortecedor partido fez-nos perder algum tempo, mas mesmo assim andamos sempre concentrados em gerir o andamento para não sermos traídos pela mecânica, pois num rali bastante duro, um exagero podia comprometer tudo. Na vinda à assistência a Inside Motor colocou-nos o 208 R2 novamente como novo e quando vimos que estávamos já no pódio, ‘apertamos’ mais o andamento e acabou por dar frutos com um excelente 2º lugar final. Hoje estivemos focados em garantir a vitória no nacional e deu para desfrutar as fantásticas especiais. Foi um prémio merecido para a Inside motor que trabalhou imenso nas últimas duas semanas para termos o carro pronto e mesmo num rali bastante exigente, nada apontar. Para nós a prova foi excelente pela evolução que conseguimos, num rali extenso onde a gestão é essencial para um resultado excelente”.

Com este resultado, Daniel Nunes e Rui Raimundo são os novos lideres do Campeonato de Portugal de Ralis 2 Rodas Motrizes.

 

Espectador morre no Rali de Portugal

Um espectador do rali de Portugal morreu, sábado, em Amarante. Ajuda demorou a chegar porque os socorristas tiveram de se deslocar a pé, numa zona de circulação apenas aos carros do rali.

A vítima caiu ao chão inanimada a zona do Bosque dos Avós, em Aboadela, Amarante. Inácio Nuno Pinho, de 57 anos, natural de Vale de Cambra, chegou ao local com dois amigos de bicicleta.

Segundo o JN, o homem caiu inanimado junto a uma barraca de uma associação. “Uma enfermeira no local ainda fez manobras de reanimação, tendo o doente recuperado por três vezes”, começa por explicar António Ferreira, também ele um espetador do rali que se encontrava no local da ocorrência.

“O episódio ocorreu antes de se iniciar a classificativa, inclusive antes de surgirem os carros da organização a abrir o troço. No preciso momento que se iniciou o troço chegou um helicóptero. O INEM também apareceu no local, tendo feito o percurso do publico, serra acima, em cima da hora”, refere a testemunha.

O incidente deu-se cerca das 10.30 horas, num local a cerca de dois quilómetros da classificativa de Amarante. “Não sei se o resultado teria sido diferente, mas a ambulância poderia ter chegado mais cedo no mínimo meia hora”, concluiu António Ferreira

Em comunicado o INEM e ACP informaram que tiveram conhecimento da situação, cerca das 10.50 horas, e que foram acionados os meios que se encontravam mais próximos da vítima.

“Por se encontrar numa zona de espetáculo, o acesso das viaturas por via terrestre não se revelou possível, tendo a equipa com capacidade de Suporte Básico de Vida (SIV) conseguido chegar a pé junto da vítima”, pode ler-se.

Segundo a fonte o helicóptero foi acionado às 10.54 horas e aterrou no local às 11.19 horas.

Fonte: JN

Tuff4x4 no pódio do King of France

A equipa Famalicense consegue o terceiro lugar na competição King of France, participaram nesta competição Jorge Araújo e Diogo Barros ao volante de um “Chevy LS3 6.2 cilindrada 525cv”.

Uma competição muito agressiva com os melhores pilotos da modalidade.

Tuff4x4 é uma empresa especializada na preparação de viaturas para competição todo terreno.

Most Popular Topics

Editor Picks