Mundo do desporto em choque: Morreu piloto Paulo Gonçalves

O piloto português Paulo Gonçalves, de 40 anos, morreu hoje na sequência de uma queda na 7.ª etapa do rali Dakar na Arábia Saudita, anunciou a organização em comunicado.

Paulo Gonçalves, que ocupava a 46.ª posição das motas à partida para esta etapa, caiu ao quilómetro 276 da especial.

O piloto estava inconsciente à chegada da equipa médica e foi transportado de helicóptero para o hospital, onde foi declarada a sua morte.

“A organização recebeu um alerta às 10h08 e enviou um helicóptero médico que chegou ao piloto às 10h16 encontrando-o inconsciente depois de uma paragem cardíaca. Depois da reanimação no local, o competidor foi levado de helicóptero para o hospital de Layla, onde foi declarada a sua morte”, escreveu a organização da prova na nota.

Famalicense Tiago Reis é Campeão Nacional de Todo o Terreno

A dupla Tiago Reis e Valter Cardoso sagrou-se este sábado campeã nacional de todo o terreno.

Depois de um título na montanha, piloto e navegador da Team Transfradelos, que estão na modalidade há quatro anos, são agora os campeões do todo o terreno.

A distinção chegou na sequência de, este sábado, a dupla ter conseguido o sexto lugar na Baja Portalegre.

Estou muito satisfeito pelo título. Estou nisto a sério há dois anos, não é qualquer um que o consegue, por isso, estou feliz.

Tiago Reis

Quanto ao futuro, Tiago Reis ainda não sabe se vai entrar nesta competição no próximo ano. À Cidade Hoje o piloto explicou que a prática desta modalidade exige um investimento financeiro muito grande. Algo que só é possível com o apoio de patrocinadores.

Pedro Almeida fez estreia com Miguel Ramalho

Pedro Almeida e Miguel Ramalho terminaram o Rali Vidreiro no sétimo lugar da geral do Campeonato de Portugal de Ralis, uma prova que foi de estreia para a dupla dentro do Skoda Fabia R5. O Rali Vidreiro teve lugar no passado fim-de-semana na Marinha Grande.

Para o piloto a estreia com Miguel Ramalho foi positiva.

O Miguel Ramalho foi uma preciosa ajuda e a enorme experiência que tem ajudou a uma rápida adaptação e a um entendimento que nos fez andar dentro das nossas expectativas e a melhorar o nosso registo ao longo do rali

No Rali Vidreiro Pedro Almeida sentiu-se mais confortável com o carro, ao contrário do Rali de Amarante. “Testamos um novo set-up no carro e a escolha acabou por nos dar mais confiança para a estrada. O primeiro objetivo era o de melhorar a performance e conseguimos fazer isso, em especial na parte final do rali, com registos condizentes com o que ambicionamos” acrescentou Pedro Almeida.

Pedro Almeida está já a pensar no Rali do Algarve, a ultima prova do calendário de 2019. “Esta temporada tem sido de grande aprendizagem, em busca de melhorar o rendimento e de chegar mais perto do pelotão da frente do campeonato. É um longo caminho que temos a percorrer, estamos a dar passos nesse sentido e aqui no Rali Vidreiro sentimos alguma melhoria. O expectativa é de na última prova do ano fazer ainda melhor”.

Pedro Almeida e Miguel Ramalho vão voltar a estar juntos na última prova do calendário, nos dias 1 e 2 de novembro no Rali Casinos do Algarve.

Pedro Almeida leva ao Vidreiro navegador com dois títulos mundiais

Esta sexta-feira e sábado, Pedro Almeida está no Rali Vidreiro, acompanhado por Miguel Ramalho, no Skoda Fabia R5. Na impossibilidade de Nuno Almeida estar presente, a escolha recaiu sobre o experiente navegador, com dois títulos mundiais nos 20 anos de carreira. «Procuramos encontrar um navegador que trouxesse a confiança necessária para continuarmos o nosso percurso e perseguir os objetivos que delineamos para o CPR: evoluir e elevar o nosso ritmo, chegando mais à frente no campeonato», descreve Pedro Almeida.

O piloto e navegador realizaram, na passada semana, os primeiros testes para o Rali Vidreiro e os indicadores foram positivos. «O Miguel é um navegador muito experiente e a adaptação foi fácil. Será sempre um rali diferente porque é a nossa estreia juntos, mas vamos procurar evoluir desde o primeiro quilómetro», promete o piloto famalicense que sente a equipa «confiante. Vamos para o Rali Vidreiro concentrados e empenhados num bom resultado».

Carros elétricos competem em Famalicão, Guimarães, Fafe, Vizela e Santo Tirso no mês de Outubro

De 25 a 27 de Outubro realiza-se nos concelhos de Vila Nova de Famalicão, Guimarães, Fafe, Vizela e Santo Tirso a primeira Taça de Portugal Novas Energias, numa organização da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting e do Classic Clube de Portugal.

A competição desenrola-se maioritariamente em circuito citadino e só os carros elétricos é que podem participar.

O primeiro dia (25) será de verificações e reuniões da organização com participantes e outros elementos que façam parte da prova.

Vila Nova de Famalicão recebe a etapa nº 4 no dia 26 (sábado), entre as 21h e as 23h, que terá como epicentro a Avenida de França, nas proximidades das piscinas municipais.

A etapa final está marcada para a manhã do dia seguinte, domingo, começará em Vizela e terminará em Santo Tirso.

As inscrições estão abertas até dia 18 de Outubro.

O programa e itinerário completo podem ser conferidos aqui.

(Programa) (Itinerário)

Pedro Almeida e Nuno Almeida terminam Terras D’Aboboreira

Rali 🔛🚗💨 SS4 Marco Rios de emoção 1⏱️ 6'16"7🔜 SS5 Baião Vida Natural 1

Publicado por Pedro Almeida Race Page em Sábado, 7 de setembro de 2019

 

Pedro Almeida e Nuno Almeida terminaram o Rali Terras D’Aboboreira no quinto lugar entre os pilotos que ponturam para o Campeonato de Portugal de Ralis, sextos classificados na geral final do Rali.

Foi um Rali algo ‘estranho’ porque o resultado acaba por nos dar uma classificação positiva, com pontos importantes para o campeonato, mas saímos com a sensação de que já tivemos melhores prestações.

O Rali foi muito exigente e competitivo, com um ritmo elevado entre os pilotos da frente. Pedro Almeida trazia outras expectativas para a prova.

Trabalhamos muito e preparamos bem este Rali mas as coisas acabaram por não sair tão bem como, por exemplo, havíamos feito em Castelo Branco. Apesar disso tiramos aprendizagem e esse é outro dos pontos positivos que levamos daqui.

A dupla de Famalicão terminou o Rali Terras D’Aboboreira no quinto lugar e soma mais 12 pontos no campeonato, sobe ao sexto lugar do nacional. A prova decorreu nos concelhos de Amarante, Baião e Marco de Canaveses.

A próxima prova do CPR é o Rali Vidreiro a realizar nos dias 4 e 5 de Outubro. O piloto vai preparar o Rali na expectativa de chegar à Marinha Grande e retomar os índices competitivos já registados. “Vamos procurar estar melhor, mantendo regularidade mas com um ritmo de andamento mais próximo dos primeiros. Esse é um dos desafios que nos colocamos esta temporada e vamos trabalhar para os alcançar” concluíu.

Most Popular Topics

Editor Picks