Covid-19: Detido por violação do dever de confinamento obrigatório

A GNR de Braga deteve, esta sexta-feira, um homem de 56 anos por violação ao confinamento obrigatório a que estava sujeito, no âmbito da pandemia COVID-19.

A detenção aconteceu na freguesia de Tadim, no decurso de uma denúncia. Os militares da Guarda encontraram o homem a consumir num estabelecimento de bebidas quando deveria estar a cumprir o confinamento obrigatório determinado pela autoridade de saúde.

O homem foi detido e acompanhado até ao domicílio e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Braga.

A GNR recorda que ficam em confinamento obrigatório, em estabelecimento de saúde, no respetivo domicílio ou noutro local definido pelas autoridades de saúde, todos os doentes com COVID-19, os infetados com SARS-CoV-2, e os cidadãos relativamente a quem a autoridade de saúde ou outros profissionais de saúde tenham determinado vigilância ativa. A violação do confinamento obrigatório constitui crime de desobediência.

É “uma ideia tonta” que vacinação não dê prioridade aos mais idosos, diz Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República considerou «uma ideia tonta» a proposta para que os mais idosos não sejam prioritários na vacinação contra a Covid-19.

Marcelo Rebelo de Sousa, em declarações à Lusa, diz que «não há decisão nenhuma, muito menos há uma decisão que seja uma decisão tonta».

O Chefe de Estado tem acompanhado os trabalhos preparatórios do plano de vacinação para a covid-19 e garante que o documento, «antes de ser aprovado, tem de ser submetido ao Governo e, depois, o primeiro-ministro dará conhecimento ao Presidente da República».

Até ao momento, Marcelo diz que tem visto especulação e «dizer que há fatias do povo português pela sua idade que não têm acesso urgente ou prioritário à vacina, como tenho visto formulado, é uma ideia tonta».

Primeiro-Ministro rejeita deixar idosos fora do acesso prioritário às vacinas

António Costa rejeitou hoje a possibilidade das pessoas maiores de 75 anos sem doenças graves não terem acesso prioritário às vacinas contra a COVID-19.

Em declarações à agência Lusa, e depois de questionado sobre a possibilidade – noticiada hoje, de todos os maiores de 75 anos, sem doenças graves, ficarem de fora do acesso prioritário à vacina contra o novo coronavírus – , o primeiro-ministro assumiu que «há critérios técnicos que nunca poderão ser aceites pelos responsáveis políticos».

Recorde-se que segundo uma proposta de especialistas da Direção-Geral da Saúde (DGS), as pessoas entre os 50 e os 75 anos com doenças graves, os funcionários e utentes de lares de idosos e os profissionais de saúde envolvidos na prestação direta de cuidados deverão ser os primeiros a ser vacinados contra a COVID-19.

Entretanto, na manhã desta sexta-feira, o Ministério da Saúde comunicou que a estratégia de vacinação, em preparação pela DGS, ainda não foi discutida nem validada politicamente. As informações vindas a público, assume a tutela, fazem parte de um documento meramente técnico e são parcelares e desatualizadas».

Famalicão: Nova ala da urgência para doenças respiratórias e covid-19 abre dia 2 de dezembro

A nova ala da urgência do hospital de Famalicão, para doenças respiratórias, incluindo a covid-19, está praticamente pronta. Atualmente decorrem trabalhos de limpeza e instalação de equipamentos para que o espaço comece a receber doentes na próxima quarta-feira, 2 de dezembro.

A construção do edifício, que custou 150 mil euros à Câmara Municipal, surge com o objetivo de separar os doentes, evitando, deste modo, focos de contágio dentro do hospital. Ao mesmo tempo permitirá uma maior capacidade de resposta da unidade hospitalar ao momento pandémico que atravessamos.

Famalicão: Câmara mantém abertos serviços essenciais nos dias 30 de novembro e 7 de dezembro

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão acaba de anunciar que vai manter em funcionamento os serviços essenciais como o atendimento ao público, nas próximas duas segundas-feiras, vésperas de feriado: dias 30 de novembro e 7 de dezembro.

Muito embora tenha decidido dar tolerância de ponto aos funcionários municipais, na sequência da resolução do Governo, o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, optou por manter abertos os serviços de atendimento do Balcão Único, Água e Saneamento e Ação Social, no horário entre as 9h00 e as 15h00.

Ainda nestes dias estarão ativos o piquete de águas e os serviços de recolha de lixo.

Deste modo, refere Paulo Cunha, «ao assegurarmos o acesso a estes serviços públicos essenciais, estamos a contribuir para que não haja uma elevada concentração de utentes nos dias a seguir aos feriados, nos respetivos espaços». O autarca assinala, ainda, que existem serviços que têm tido uma grande procura diária como é o caso da Ação Social, em virtude do encerramento da delegação da Segurança Social em Famalicão. «Os famalicenses estão a recorrer aos serviços da Ação Social, em busca de ajuda e esclarecimentos e o município não pode deixar as pessoas desamparadas e sem respostas».

Recorde-se que os serviços de Segurança Social e Registo Civil de Famalicão fecharam para atendimento ao público, na passada semana. A situação deve-se a casos positivos à covid-19 de funcionários e ao isolamento profilático de outros.

Famalicão: Ministra da Saúde visitou hospital de Famalicão

Marta Temido, ministra da Saúde, passou, ao final da manhã pelo Centro Hospitalar do Médio Ave, unidade de Famalicão.

Esteve reunida com o Conselho de Administração com o qual analisou o trabalho hospitalar de combate à pandemia covid-19. O encontro serviu, também, para perceber a atual capacidade de resposta do hospital face ao aumento de casos de internamento.

Esta foi uma visita integrada no périplo que Marta Temido realizou, esta quarta-feira, por unidades hospitalares da região Norte.

Most Popular Topics

Editor Picks