CÂMARA DE FAMALICÃO LANÇA CARTÃO FAMÍLIA

Inserido nas comemorações do Mês da Família, a Câmara Municipal de Famalicão, através da Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, lançou este sábado o Cartão Família. O cartão destina-se, numa primeira fase, às famílias famalicenses que frequentam as bebétecas. Oferece condições especiais no serviço de empréstimo domiciliário e permite às famílias disporem de uma minibiblioteca em suas casas por um mês.

FAMALICÃO ARRECADA MEDALHAS EM ESPANHA E OBTÉM TÍTULOS NACIONAIS

O Grupo Desportivo de Natação de Famalicão, teve mais um fim-de-semana repleto de êxitos, com a participação no XXXI Trofeu Cidade de Gijon/Espanha e nos Campeonatos Nacionais de Desporto Escolar, em Matosinhos. Em representação da seleção regional do Norte de Portugal, no Troféu de Gijon, que decorreu entre 19 e 21 de maio, 4 atletas famalicenses estiveram em evidência ao arrecadarem 9 medalhas, entre os 347 atletas participantes em representação de 25 clubes.

O destaque vai para João Tinoco que obteve a medalha de ouro na prova de 200 Costas e 4×50 Livres; Mateus Carvalho 2º lugar na prova de 200 Mariposa, 3º lugar na prova de 100 Mariposa, 1º lugar aos 4×50 Livres e 4×50 Estilos; João Silva obteve o 3º lugar aos 200 Mariposa e Beatriz Martins conquistou a medalha de bronze aos 400 Estilos e a medalha de prata aos 4×50 Livres.

Por sua vez, 8 atletas do GDNF participaram nos Campeonatos Nacionais de Desporto Escolar, que decorreram em Matosinhos, entre os dias 19 e 21 de maio de 2017, em representação de 3 escolas, nomeadamente o Agrupamento de Escolas D Sancho I, a Escola Secundária Camilo Castelo Branco e a Escola Secundária Santos Simões, de Guimarães.

Estes nadadores obtiveram, 12 medalhas, com destaque para Cristiana Ribeiro, do Agrupamento de Escolas D. Sancho I, que se sagrou campeã nacional de Desporto Escolar, na prova de 200 Costas.

BRUNO ALVES, JOÃO COELHO E VIEIRA DE CASTRO DISTINGUIDOS PELA LIGA DOS BOMBEIROS PORTUGUESES

O comandante dos Bombeiros Voluntários Famalicenses, Bruno Alves e o comandante dos Bombeiros de Barcelinhos foram os vencedores do Prémio Bombeiro de Mérito 2016, “Elemento do Quadro de Comando”, promovido pela Liga dos Bombeiros Portugueses. Na menção “Dirigente Associativo”, o presidente da Direcção dos Bombeiros Voluntários de Famalicão, João Coelho, foi o escolhido. Na menção “Personalidade Empresarial ou Empresa” a escolha foi para a Vieira de Castro – Produtos Alimentares SA.

A entrega das distinções é já este domingo em Cascais, na cerimónia comemorativa do Dia do Bombeiro Português.

FAMÍLIA UNIDA PELA MÚSICA

“O que une a tua família?” No domingo, dia 21 de maio, o que uniu a família famalicense foi a música. O patrocinador foi a Câmara Municipal de Famalicão e os intérpretes os alunos da ArtEduca. Foi assim, com um concerto na Praça D. Maria II, que Famalicão celebrou o Dia da Família. Em palco estiveram cerca de 300 elementos das orquestras de cordas e sopros e o coro da ArtEduca e nem o calor intenso fez demover as centenas de famílias que marcaram presença para assistir a este emocionante espetáculo.

O concerto e outras atividades, lançadas pelo pelouro da Família da Câmara Municipal de Famalicão, para celebrar a família, tiveram como mote “O que une a tua família?” Assim aconteceu com a exposição de fotografias Luís Efigénio que retrata várias famílias famalicenses. O mesmo se passou com o concerto de música interpretado pela ArtEduca.

A Mundos de Vida, de Lousado, lembrou que nem todas as crianças têm uma família para crescer e que “Procuram-se Abraços” é uma campanha que pede um colo para os meninos mais desprotegidos. Entre os famalicenses, e não só, há muitas famílias que abriram as portas de casa a este acolhimento familiar. Mas são precisas mais, porque há cerca de 8 mil crianças institucionalizadas em Portugal.

O presidente da Câmara Municipal de Famalicão esteve entre o público presente no espetáculo e no final, já depois de cantado o Hino da Família, agradeceu a presença de todos. Aos jornalistas, disse que é importante este tipo de iniciativas públicas por serem uma forma de reunir as famílias e convocá-las para o divertimento em grupo. «As nossas políticas públicas têm todas a família como centro das nossas preocupações; queremos proteger as famílias mas, acima de tudo, estimular os comportamentos e laços familiares», responde Paulo Cunha, lembrando que Famalicão é um «concelho familiarmente responsável».

«Também a família famalicense está cada vez mais unida», sublinha Paulo Cunha. «É um anseio que o nosso concelho seja uma alcofa para os famalicenses; seja a família com quase 140 mil membros, que felizmente está cada vez mais coesa e mais próxima», expressa. Paulo Cunha é de opinião que há um sentimento de pretensa entre a comunidade e que as pessoas gostam de viver em Famalicão.

Naquela tarde de domingo, na Praça D. Maria II, pareciam todos felizes. Bateram palmas e cantaram alguns dos temas interpretados pela ArtEduca. Além do Hino da Família, foram tocadas músicas de filmes, bem conhecidas do público.

Em palco esteve outra família famalicense: a Arteduca. Mais de 300 elementos, de diferentes idades mas com a mesma emoção. A professora e também coordenadora deste projeto, Liliana Magalhães, diz que a instituição funciona bem porque vive o mesmo espírito e a mesma paixão pela música.

Esta professora de coro, formação musical e coordenadora do departamento de infância explicou que a escolha do reportório veio na sequência das atividades pedagógicas do segundo período, «mas quisemos que fosse um reportório apelativo com o qual as pessoas se identificassem».

A Arteduca dará ainda outro concerto público no final do ano letivo, na Casa das Artes. Mais uma oportunidade para a família Arteduca mostrar a paixão pela música. Um gosto que a instituição começa a sedimentar logo nos bebés, com a música para bebés, projeto ao qual muitos famalicenses têm aderido.

MAIS UMA FESTA COMUNITÁRIA DA ENGENGO

A festa comunitária da Engenho, comemorativa do 23º aniversário, decorreu no passado domingo, na freguesia de Jesufrei.

Realizada anual e rotativamente pelas cinco freguesias do território de intervenção da instituição, esta festa, com um forte sentido de «vivência comunitária e boa vizinhança», segundo Manuel Augusto de Araújo, é também, para a direção da Engenho, um momento de encontro, de partilha, de convívio e de confraternização entre dirigentes associativos, associados, autarcas, amigos e colaboradores da associação.

«Continuar a fazer mais, melhor e diferente», com inovação e qualidade a favor das comunidades locais, e «fiéis a um compromisso e um pacto sempre renovado e honrado» envolvendo todos os atores locais, foi a mensagem deixada, por todos os intervenientes, naquele dia de aniversário.

A festa contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, que participou na celebração eucaristica, celebrada pelo pároco de S. Miguel de Jesufrei e concelebrada pelo monsenhor Joaquim Fernandes, dada a sua forte ligação afetiva às comunidades locais da Engenho e seu associado honorário.

O almoço decorreu no campo de jogos de Jesufrei, com a tarde a ser animada pela atuação do Rancho Folclórico de S. Julião de Calendário.

Aspeto significativo foi a articulação de Engenho com os voluntários da Refood/Famalicão, por forma a sensibilizar e a alertar os presentes para o problema dos desperdícios alimentares e o bom fim que deverão ter a favor de quem necessita.

Museu do Automóvel de Famalicão integra Associação Internacional de Museus

O Museu do Automóvel de Vila Nova de Famalicão acaba de integrar a Associação Internacional de Museus de Transportes e Comunicações (www.iatm.museum/museums/ ), tornando-se no primeiro museu nacional com coleções sob a temática do automóvel a pertencer a esta rede internacional.

Localizado no complexo comercial Lago Discount, em Ribeirão, num espaço com três mil metros quadrados na freguesia de Ribeirão, o Museu do Automóvel tem patente um espólio de grande riqueza constituído por cerca de uma centena de carros e motas antigas e que acompanha a evolução do design automóvel ao longo do século XX.

Recentemente, o Museu do Automóvel esteve em destaque por acolher para a sua exposição permanente o Mercedes-Benz 280 S, de 1968, que o antigo presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Rio encontrara nos armazéns das oficinas da câmara e mandara recuperar.

Apesar deste destaque, as grandes preciosidades do Museu são um micro carro único no mundo da VEL e um dos dois exemplares únicos no mundo da Rools Royce. Mas há outras como um exemplar do primeiro carro a ser produzido em série no mundo, o modelo T da Ford.

O Museu do Automóvel que nasceu de uma parceria entre o município de Famalicão o Fungere – Fundo de Gestão do Património Imobiliário e o Club Automóvel Antigo e Clássico integra também a Rede Municipal de Museus de Famalicão.

Depois da integração do Museu Nacional Ferroviário de Lousado, na European Route of Industrial Heritage (RIH), a maior rede europeia de divulgação e promoção de Turismo Industrial, o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha recebeu esta notícia do Museu do Automóvel com “muita satisfação e orgulho”. “É uma grande honra para o município de Vila Nova de Famalicão ver dois dos nossos museus integrados em rotas internacionais de turismo e cultura”, refere o autarca, acrescentando que “se trata de associações que vão dar uma grande visibilidade a estes espaços museológicos a nível internacional, atraindo mais turistas e possibilitando novas parcerias”.

Refira-se que a estrutura turístico-cultural do município – inaugurada em setembro de 2013, dispõe de uma oficina de restauro de automóveis aberta ao público e uma área destinada às crianças para realização de ateliês sobre prevenção rodoviária.

O Museu do Automóvel destaca-se pela sua dinâmica graças às atividades interativas que desenvolve com os visitantes e ao facto de ter uma área para todos os clubes do automóvel antigo, nacionais e internacionais, cuja seleção de viaturas compete ao Clube do Automóvel Antigo e Clássico de Famalicão, sediado naquele espaço museológico.

Para além do Museu do Automóvel de Famalicão integram a Associação Internacional de Museus de Transportes e Comunicações os seguintes museus de Portugal: Fundação Museu Nacional Ferroviário, Museu das Comunicações, em Lisboa, Museu dos Transportes e Comunicações, no Porto, e Museu Nacional dos Coches, em Lisboa.

A Associação Internacional de Museus de Transportes e Comunicações (IATM) foi fundada em 1968 e congrega cerca de 300 museus do sector dos transportes e comunicações. A organização está afiliada no Conselho Internacional de Museus e desenvolve as suas atividades apoiando os associados no desenvolvimento dos seus projetos, através da cooperação e da partilha de conhecimento. A melhoria da qualidade do trabalho realizado em prol da sociedade, dos visitantes e dos clientes é o objetivo fundamental deste consórcio.

Most Popular Topics

Editor Picks