A semana vai começar com greve dos comboios

O tribunal arbitral considerou hoje que a greve dos maquinistas ferroviários, que começa às 12:00 de segunda-feira, não justifica a definição de serviços mínimos além dos que previstos na lei geral do trabalho.

A arbitragem obrigatória, assegurada pelo Conselho Económico e Social (CES), determinou apenas que devem ser assegurados comboios de socorro no dia da greve, que termina às 12:00 de terça-feira, e que os comboios que tenham iniciado a marcha antes do início da paralisação devem chegar ao seu destino.

Relativamente ao transporte de mercadorias, os três árbitros consideraram que devem ser assegurados os transportes de amoníaco e outras matérias perigosas ou perecíveis.

Os árbitros reconheceram que a greve em empresas de transportes como a CP — Comboios de Portugal e a Medway podem pôr em causa a satisfação de necessidades sociais impreteríveis, como define o Código do Trabalho, mas consideraram que o direito dos passageiros à circulação não justifica “um absoluto direito de se movimentar nas circulações da CP em dia de greve”.

“Tal seria manifestamente exagerado, desadequado, e podia até ser desnecessário”, diz o acórdão, que lembra que as pessoas podem usar outros transportes públicos ou privados.

Os maquinistas do setor ferroviário vão fazer greve entre as 12:00 de dia 16 e a mesma hora de dia 17 em defesa de direitos sociais e laborais e de mais e melhor segurança na circulação de comboios.

Os maquinistas reivindicam o cumprimento das regras e regulamentos de segurança e que a Infraestruturas de Portugal (IP) assegure a circulação de comboios em condições de segurança, nomeadamente com a colocação de avisos e sinais de limite e restrição temporária de velocidade.

Segundo o Sindicato dos Maquinistas (SMAQ), que emitiu o pré-aviso de greve, esta é uma reivindicação com mais de dois anos, que foi reafirmada em agosto de 2017, mas que não tem tido resposta.

O sindicato pretende também a atualização e uniformização das regras e regulamentação em todas as empresas que operam no setor ferroviário, para evitar desfasamentos que podem pôr em causa a segurança na circulação ferroviária e diferenças na qualificação profissional dos maquinistas.

A transposição urgente de diretivas e regulamentos europeus sobre certificação dos maquinistas por todas as operadoras ferroviárias é outra das reivindicações em causa.

O SMAQ defende o direito efetivo à contratação coletiva, nomeadamente em empresas que o têm contestado, como a Fertagus e a Takargo, e a criação de um regime de reforma específico para os maquinistas, considerando ser uma profissão de desgaste rápido.

A proibição da contratação de maquinistas reformados em regime de prestação de serviços por empresas de transporte de mercadorias é outra das medidas reivindicadas pelo SMAQ, que lembra que a regra impede a condução de comboios por maquinistas com mais de 65 anos, embora existam muitos a trabalhar com 66 anos.

O sindicato reivindica ainda que o Governo modernize o caminho de ferro, com investimento na infraestrutura e no material circulante (comboios), e que seja concretizado um plano de admissão e formação de maquinistas, para permitir a reforma dos que têm mais de 60 anos.

Autora dos incêndios a carros em Mões internada

O Tribunal de Famalicão decretou o internamento, numa casa de saúde de Braga, da mulher que incendiou vários carros na zona de Mões.

A mulher, de 41 anos, que sofre de problemas mentais, foi detida, esta sexta-feira, pela PSP de Famalicão que, deste modo, termina uma investigação que durou várias semanas.

A autora dos incêndios, assim que estiver em condições de deixar o espaço onde vai receber tratamento, pode regressar a casa na condição de se manter com pulseira eletrónica.

Recorde-se que o último carro ardeu esta semana.

Vasco Batista foi o quinto melhor europeu na Maratona de Hannover

O atleta famalicense voltou a fazer prova da sua qualidade e determinação e, no passado dia 8, correu a Maratona de Hannover em 02:36:02. Mesmo não tendo superado a sua melhor marca na distância, foi décimo da geral, o quinto melhor europeu e conseguiu, ainda, o segundo lugar do pódio no seu escalão (M40)

Na Alemanha, em representação do Grupo Continental para o qual trabalha, em Lousado, a prestação de Vasco Batista superou todas as expetativas.

Rotunda do Lions ao lado das piscinas municipais

Depois da “Rotunda Rotary”, na Avenida Marechal Humberto Delgado, a cidade de Vila Nova de Famalicão vai passar a ter a “Rotunda Lions”. Está localizada no entroncamento da Avenida de França com a rua Padre Benjamim Salgado, junto às Piscinas Municipais e bem perto do Pavilhão Municipal e da Escola Secundária Camilo Castelo Branco. No espaço já está instalada uma escultura que assinala os 100 anos da criação do movimento Lions Internacional no Mundo. A escultura é oferecida pelo Lions Clube de Famalicão para que seja um referencial para todos, assinalando, também, a presença do movimento lionistico como um parceiro sempre atuante junto e com a comunidade famalicense.

Nuno Teixeira arbitra fase final de competição europeia

O árbitro famalicense, distinguido em novembro de 2017, pela Câmara Municipal na Gala do Desporto, é um dos escolhidos para arbitrar na fase final da CEV U18 Volleyball European Championship. A competição está a decorrer desde ontem, quinta-feira, prolongando-se até ao dia 21 deste mês, em Sófia, na Bulgária.

Nuno Teixeira, que já representou a arbitragem nacional na Turquia e Israel, foi escolhido para esta importante competição que vai consagrar o campeão europeu, num escalão que é visto como a antecâmara do patamar maior do voleibol europeu. Entre os 12 árbitros de diferentes nacionalidades, estará Nuno Teixeira, facto que prova a sua qualidade.

Dois detidos com droga na central de camionagem

Na manhã de ontem, quinta-feira, a equipa da Brigada de Investigação Criminal da Esquadra da PSP de V. N. Famalicão deteve dois homens, de 33 e 50 anos, aos quais foram apreendidos diversos tipos droga.

A ação decorreu pelas 8 horas, junto da central de camionagem, local referenciado pela existência de tráfico de estupefacientes. Após vigilância, os agentes abordaram os dois indivíduos que estavam numa viatura, dentro da qual encontraram estupefacientes.

Na sequência da detenção, e após outras diligências, foram apreendidas 86 doses de heroína; 45 de cocaína; 8 de haxixe; 525 euros em dinheiro; 3 telemóveis; 1 viatura; 3 carteiras e duas meias onde estava escondida alguma droga.

Segundo a PSP, um dos detidos preparava-se para apanhar um autocarro com destino a França e levaria consigo o produto estupefaciente

Most Popular Topics

Editor Picks