Famalicão: Obras para a criação do Centro Tecnológico das Carnes no início de 2020

As obras para a criação do Centro de Valorização e Transferência de Tecnologia da Indústria das Carnes (TECMEAT, CVTT-Indústria das Carnes), em Vila Nova de Famalicão, vão arrancar durante o primeiro trimestre de 2020. A garantia surge depois do município ver aprovada a candidatura do financiamento para a criação desta infraestrutura ao Norte 2020 através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

Com um investimento total previsto de 998.760 mil euros, o TECMEAT, CVTT-Indústria das Carnes contará com uma comparticipação de 812 mil euros, o que corresponde a 85% do valor.

Para o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, esta é “uma excelente notícia para a economia do concelho e do país, e uma alavanca fundamental para o desenvolvimento do setor do agroalimentar que é uma aposta estratégica para o futuro do nosso território”.

A infraestrutura vai ficar localizada no Centro de Investigação, Inovação e Ensino Superior de Famalicão – antigo complexo educativo da Escola Cooperativa de Ensino Didáxis de Vale de S. Cosme – onde estão já instalados os polos do IPCA (Instituto Politécnico de Cávado e do Ave) e do IPB (Instituto Politécnico de Bragança) com oferta dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais, em várias áreas. Em breve, o espaço irá receber também um laboratório de formação, investigação e conhecimento na área da Biologia Alimentar da Universidade do Minho.

Terá uma área de aproximadamente 560 metros quadrados, que beneficiará de obras de adaptação à estrutura, com vários espaços destinados ao fabrico e a processos de testes, ensaios, industrialização e qualidade dos produtos.

“É um espaço com todas as condições tecnológicas, de investigação e conhecimento para acolher esta ambiciosa estrutura”, afirma Paulo Cunha.

Refira-se que a candidatura foi apresentada através da TECMEAT – Centro de Competências para o Setor das Carnes, uma associação que foi criada por iniciativa do município há precisamente um ano, em novembro de 2018, com o objetivo de implementar esta estrutura estratégica para o concelho, congregando 16 instituições da região e do país.

“Com esta associação conseguimos congregar esforços e canalizar energias para a implementação deste Centro de Competências, o qual terá como missão potenciar o aumento da competitividade e inovação das empresas através do desenvolvimento científico e tecnológico e ser agente proporcionador do aumento das exportações e da criação de valor no setor das carnes de forma integrada e sustentável”, explica o autarca.

Paulo Cunha não esconde o orgulho pelo passo alcançado. “Estamos a falar de um centro que irá inovar pelo conceito assumindo-se como polinuclear, aproveitando a capacidade instalada em empresas, universidades e centros de investigação, entre outros”, adianta o autarca, acrescentando que “a nossa grande ambição é fazer um centro de competências que seja uma lição para o país ao nível do aproveitamento de recursos e das sinergias institucionais geradas”.

Refira-se que para além do município, a TECMEAT – Centro de Competências para o Setor das Carnes engloba ainda a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, a Agência Nacional de Inovação, a Confederação dos Agricultores de Portugal, a Associação Portuguesa dos Industriais de Carnes, a Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição, a PortugalFoods, o Centro de Nanotecnologia, Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes, o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, a Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Ave, a Universidade Lusíada Norte, a Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário, o CITEVE – Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal e a Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto.

O setor agroalimentar é identificado como prioritário na agenda do plano estratégico concelhio perante o carácter distintivo do conhecimento, do saber-fazer resultante de uma longa tradição histórica e empreendedora no concelho e da forte presença de inúmeras empresas do setor no mercado nacional e internacional.

Vila Nova de Famalicão quer assim reforçar o seu posicionamento como epicentro regional de base altamente tecnológica e inovadora na área do têxtil e do vestuário, e colocar-se no mesmo patamar ao nível do setor agroalimentar. Para isso, ao CITEVE e ao CENTI a Câmara Municipal vai juntar em Famalicão um Centro de Competências Agroalimentar.

Este passo está devidamente alicerçado na existência no território de um conjunto de empresas altamente competitivas e tecnologicamente avançadas que fazem já de Famalicão um dos mais relevantes municípios neste setor e com as quais o município está devidamente articulado.

Joane: Mulher de 65 anos em estado grave na sequência de explosão em casa

Uma mulher, com cerca de 65 anos, ficou ferida, na sequência de uma explosão seguida de incêndio, registada no interior de uma habitação, localizada nas proximidades da Rua do Divino Salvador, na vila de Joane.

O alerta para a ocorrência foi dado às 08h24. Para o local foram acionados os Bombeiros Voluntários Famalicenses, bem como a VMER da unidade de Vila Nova de Famalicão do Centro Hospitalar do Médio Ave.

Devido à gravidade dos ferimentos, a vítima foi transportada de urgência para o Hospital de S.João, no Porto.

Para o local chegou a estar destacado um helicóptero que deveria assegurar o transporte da mulher para Coimbra, contudo, o mesmo acabou por ficar indisponível.

Ao que nos foi possível apurar, a explosão estará relacionada com uma fuga de gás na cozinha da habitação.

 

Falecimento: Manuel António Gouveia Ferreira

Faleceu este fim de semana o advogado famalicense Manuel António Gouveia Ferreira.

Um homem com um vasto currículo, sempre ligado à sociedade, através dos vários cargos que manteve em diversas instituições.

Gouveia Ferreira assumiu a direção do CAF – Clube Aventura de Famalicão e dos Bombeiros Voluntários de Famalicão, e foi ainda presidente do FAC – Famalicense Atlético Clube.

Em 2017, Manuel António Gouveia Ferreira foi distinguido pela Câmara Municipal com o galardão “Dirigente do Ano”, em mais uma edição da gala do desporto de Famalicão.

O corpo vai estar em câmara ardente, na casa mortuária da Igreja Matriz velha, a partir das 16h00 desta segunda-feira.

O Circulo de Cultura Famalicense, proprietário da Cidade Hoje Rádio/Jornal, apresenta as mais sentidas condolências à família enlutada.

Homem deitado na Avenida do Brasil gerou alerta de atropelamento

Bombeiros Voluntários Famalicenses e Famalicão foram acionados para uma situação de atropelamento de um homem, na Avenida do Brasil.

Chegados o local, os agentes de socorro encontraram uma situação diferente daquela que lhes havia sido descrita.

O indivíduo, que gerou o alarme junto dos populares por estar deitado na via, não apresentava ferimentos nem havia nenhum carro envolvido na situação.

Fradelos: População encheu a junta de freguesia de donativos para família que perdeu tudo em incêndio

Depois do apelo para ajudar uma família que ficou sem casa na sequência de um incêndio, lançado na noite desta sexta-feira pela junta de freguesia, a população de Fradelos e arredores mobilizou-se para ajudar o casal brasileiro com duas filhas menores afetado por esta tragédia.

Para além dos bens básicos de subsistência, que se encontram agora garantidos, um dos maiores problemas era encontrar uma habitação que estivesse disponível para ser alugada, onde o valor da renda fosse compatível com o rendimento do agregado familiar. Este é um assunto que “está encaminhado”, garante a Junta de Freguesia na publicação de agradecimento que colocou no facebook.

A Junta de Freguesia de Fradelos, vem por este meio prestar o mais profundo agradecimento a todos aqueles que…

Publicado por Junta de Freguesia de Fradelos VNF em Sábado, 16 de novembro de 2019

Todos aqueles que queiram contribuir com donativos, devem entrar em contacto direto com a Junta de Freguesia de Fradelos.

Jovem famalicense de 21 anos morre em acidente de viação em França

Sónia Lopes, jovem de 21 anos, natural de Ribeirão mas emigrada em França, morreu este sábado na sequência de um acidente de viação, em Pibrac, a cerca de 15kms de Tolouse.

A vítima foi projetada para fora do carro, depois do mesmo ter entrado em despiste, numa estrada local. O namorado da prima, com cerca da 20 anos, era quem estava a conduzir a viatura no momento do acidente e, ao que conseguimos apurar, não sofreu ferimentos de maior.

Do sinistro resultou ainda um outro ferido, o irmão da vítima mortal, também ele levado para uma unidade hospitalar mais próxima. Não corre perigo de vida.

As autoridades competentes encerraram a via ao trânsito para a recolha de indícios que expliquem as causas do despiste fatal para a jovem famalicense.

 

Most Popular Topics

Editor Picks