A Cubata reabriu em parceria com a Camionete

A Cubata reabriu com a segurança devida para o servir como você merece e segundo as medidas impostas pela DGS.

Trabalha em regime de take away. As encomendas/reservas serão feitas por telefone e entregues no exterior do estabelecimento.

Todas as encomendas/reservas serão entregues no exterior de sua casa ou do seu local de trabalho, num raio de 3km, grátis nos menus propostos ou em encomendas superiores a 10 €.

O pagamento DEVE preferencialmente SER FEITO por MB ou MBWay.

Horário de segunda a sábado, das 12h às 14h e das 19h às 21h, e domingo, das 19h às 21h, encerra à quarta-feira.

DEVIDO ÀS NORMAS IMPLEMENTADAS NESTE ESTADO DE EMERGÊNCIA.

Tem ainda uma novidade, a Camionete junta-se à Cubata.

Estamos à vossa espera.

Façam as vossas encomendas pelo 935 585 484 / 914 385/437. Rua São Julião n.º53; 4760-384 Vila Nova de Famalicão

Fiquem em casa, cuidem de todos!!!

União S. Cosme, Telhado e Portela vai embelezar cemitério

Fechados os cemitérios paroquiais destas localidades, o executivo desta União de Freguesias vai cuidar de limpar e embelezar os espaços.

Serão retiradas as flores velhas e velas usadas das campas. Depois, serão colocados arranjos de flores e velas. Tudo para continuar a honrar e homenagear «os nossos entes queridos», escreve o executivo da União de Freguesias de Vale S. Cosme, Telhado e Portela.

Junta de Pedome ajuda população

A Junta de Freguesia de Pedome apela a que a população fique em casa, durante o estado de emergência em virtude da covid-19. E, para auxiliar quem precisa, criou um serviço de levantamento de bens e serviços.

Nesse sentido, e para evitar deslocações desnecessárias, a autarquia dispõe-se a levantar reformas nos CTT, aquisição de medicamentos e produtos alimentares, bem como na obtenção de atestados/documentos emitidos pela Junta.

Para o efeito, os interessados devem contactar os serviços para que, a autarquia, na medida do possível, ajude quem precisa de ser auxiliado.

Contactos, 919 474 150 (José Luís Alves), 967 076 362 (Ângelo Almeida) ou [email protected]

Câmara cria apoio extraordinário às rendas

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão vai apoiar o pagamento de rendas com a habitação das famílias que sofram perda de rendimentos por força do Covid-19. A medida, pontual e extraordinária, faz parte do plano de reação e de intervenção social e económica municipal.

A candidatura será feita através de uma plataforma online, que está a ser criada e disponibilizada após aprovação em reunião de Câmara, agendada para 9 de abril. O apoio será mensal e tem que ser requerido mensalmente, tramitando nos serviços sociais municipais. A medida destina-se aos agregados familiares que estejam a passar por dificuldades económicas, devido a uma situação de desemprego, a uma situação de lay-off, aqueles que tenham sofrido uma redução negociada de salário, redução de salário por baixa médica (doentes portadores do vírus), redução de salário por permanência em casa para apoio a descendentes, cônjuge, ascendestes ou outros dependentes, entre outras.

O apoio a conceder pretende evitar que a despesa financeira do agregado familiar com o pagamento da renda para habitação própria e permanente, após o início da pandemia, seja superior a metade da remuneração do mesmo agregado. Isto é, o montante será atribuído para ajudar a diminuir a taxa de esforço das famílias estando excluídos os agregados cuja taxa de esforço, após a perda de rendimentos, seja inferior a 50% do rendimento bruto mensal. A referência para cálculo será o vencimento de fevereiro de 2020 e a medida aplicar-se-á a todo o tipo de rendimentos – trabalhadores por conta de outrem e profissionais liberais.

Para além deste apoio extraordinário, Paulo Cunha anunciou ainda o prolongamento do prazo para as candidaturas ao apoio à renda, no âmbito do projeto “Casa Feliz”. O período terminou a 31 de dezembro, sendo agora reaberto permitindo que haja a possibilidade para submeter o pedido de apoio a avaliar segundo as regras já estabelecidas.

Governo aprova procedimentos a adotar em lares residenciais para idosos

O Governo aprovou, na passada quinta-feira, os procedimentos a adotar pelas instituições sociais de idosos sempre que sejam detetados casos de infeção por Covid-19, O objetivo é proteger os utentes e os respetivos trabalhadores.

Assim, este despacho prevê a intervenção articulada das Câmaras Municipais, da Proteção Civil, da Autoridades de Saúde locais e da Segurança Social de forma a encontrar equipamentos alternativos para alojar pessoas em isolamento profilático e/ou em situação de infeção confirmada de Covid-19 que, face à avaliação clínica, não tenham necessidade de internamento hospitalar.

Estabelece, ainda, que, quando não existam equipamentos alternativos nos próprios municípios, sejam procuradas soluções noutras autarquias do distrito ou de distritos adjacentes, sempre em articulação entre as várias autoridades.

Este despacho, assinado por diversos ministros, procura apoiar as instituições e entidades públicas que tenham de intervir nestas situações, garantindo assim o especial dever de proteção de uma população especialmente fragilizada.

Most Popular Topics

Editor Picks