Famalicão: Vacina da Covid-19 também chegou à Engenho

Quarenta e dois utentes e 48 profissionais da estrutura residencial para idosos da Engenho, em Arnoso Sta Maria, Famalicão, estão desde a manhã desta terça-feira a ser vacinados contra a Covid-19.

Estas 90 pessoas estão a receber a primeira dose da vacina da Pfizer, devendo receber o reforço num prazo estimado de 20 dias.

No concelho famalicense, o processo de vacinação contra a Covid-19 arrancou esta terça-feira, com algumas IPSS a serem contempladas.

 

FC Famalicão: Heriberto reforça ataque

Tal como Cidade Hoje tinha avançado, Heriberto Tavares é reforço do FC Famalicão até ao final da época.
O avançado, de 23 anos, com formação no Sporting e Benfica, chega dos franceses do Brest.
Depois de duas temporadas na II Liga pela equipa B do SL Benfica, atuou na Liga NOS pelo Moreirense FC e Boavista FC, tendo completado 60 jogos.
«O Futebol Clube de Famalicão é uma equipa competitiva e que joga sempre para ganhar. Vou trabalhar muito para ajudar o clube a atingir os objetivos que se propõe alcançar», promete o extremo.

Famalicão: Ribeirão FC discute constituição de Sociedade Anónima Desportiva

Os sócios do Ribeirão FC, clube que milita na Pró Nacional da AF Braga, são chamados a deliberar e votar a constituição de uma Sociedade Anónima Desportiva. Este é o único ponto da agenda de trabalhos da Assembleia Geral Extraordinária marcada para a noite de 22 de janeiro, a partir das 21 horas, no salão nobre da Junta de Freguesia.
Só podem participar nesta reunião, sócios que tenham a quota de dezembro 2020 regularizada e que apresentem o cartão de sócio. A Assembleia Geral terá início à hora marcada na presença da capacidade máxima admitida dos associados com direito a voto, ou 30 minutos mais tarde, com os presentes, de acordo com os estatutos.
O salão nobre terá limitada a presença de sócios a um terço da sua capacidade, por forma a cumprir com as regras em vigor, impostas pela DGS, sendo obrigatório o uso de máscara.
O presidente da Assembleia Geral informa, ainda, que caso se justifique, pela maior afluência de sócios a esta Assembleia, será realizada uma segunda sessão às 22h30.
Os sócios podem antecipadamente, junto dos membros da Mesa da Assembleia Geral ou da Direção, efetuar a marcação de presença nesta reunião.

FC Famalicão: Kraev confirmado

O FC Famalicão acaba de confirmar que Bozhidar Kraev é reforço até ao final da presente temporada.
O búlgaro, de 23 anos, vinculou-se ao clube num acordo que prevê a opção de compra do passe do jogador que vem do Midtiylland.
O médio está de regresso à Liga NOS, onde jogou na temporada passada, ao serviço do Gil Vicente FC, tendo-se destacado pelos golos que marcou. Já na presente época participou em quatro jogos da fase de grupos da Liga dos Campeões ao serviço do Midtjylland, clube pelo qual defrontou Liverpool, Ajax e Atalanta.
O novo camisola 10 do FC Famalicão, que tem sido presença assídua nas convocatórias da seleção principal da Bulgária, somando 22 internacionalizações, garante que «conhecer o futebol português fez-me aceitar voltar. Penso que será uma adaptação rápida e venho com o objetivo de jogar e ajudar a equipa».

Famalicão: Centro Social de Bairro nega ter impedido bombeiros de socorrer utente que faleceu

A Direção do Centro Social e Cultural S. Pedro de Bairro negou que tenha sido recusado o acesso do INEM e bombeiros no socorro a idosa desta instituição. Segundo o Cidade Hoje apurou, o que terá estado em causa foi um mal entendido entre as entidades envolvidas.

O caso remonta a este sábado quando, por volta das 14h00, uma utente de 93 anos, manifestou problemas de saúde que motivaram um alerta via 112. Quando os meios de socorro chegaram ao local, a idosa já havia falecido.

A informação da morte foi passada no imediato por uma profissional aos B.V. de Riba d’Ave, quando estes entravam nas instalações.

Segundo a imprensa nacional, os bombeiros terão sido impedidos de prestar o socorro, porém, a direção do Centro Social desmente que tal tenha ocorrido.

Não vale a pena… já faleceu

Esta frase, proferida pela profissional de serviço, terá sido entendida pelos bombeiros como um impedimento para entrar nas instalações. Mas, afinal, e segundo a direção do Centro Social e Cultural de S.Pedro de Bairro, tudo não terá passado de uma má interpretação.

A mesma versão tem a corporação dos Bombeiros Voluntários de Riba d’Ave. Contactado pela Cidade Hoje, o comandante desta instituição também refere esse eventual desentendimento.

Entretanto, o Ministério Público vai abrir o inquérito para apurar o que aconteceu. A instituição diz-se colaborante para prestar todos os esclarecimentos que sejam necessários para esclarecer o caso.

 

Most Popular Topics

Editor Picks