Fórmula 3 de Michael Schumacher no Museu do Automóvel de Vila Nova de Famalicão

O Reynard 903 – Volkswagen que Michael Schumacher conduziu à vitória no Grande Prémio de Macau de Fórmula 3 de 1990 vai estar em exposição no Museu do Automóvel de Vila Nova de Famalicão.

“Monolugares em Portugal – Passado e Presente” é o nome da exposição que estará patente ao público, de 10 de fevereiro a 14 de março, no espaço museológico situado no Lago Discount, em Ribeirão.

A mostra reunirá cerca de duas dezenas de monolugares, destacando-se vários Fórmula Ford, alguns deles ainda em atividade, Fórmula V e Fórmula BMW.

Entre as viaturas em exibição estarão o Mygale FB1-BMW que o ex-campeão DTM Martin Tomczyk levou à vitória na primeira edição na Formula Baviera Júnior Cup, em 1999; o Mygale 2000 Ford com que Pedro Salvador se sagrou campeão da Fórmula Novis by Ford; ou o monolugar de construção nacional APIS que compete na classe Super Tuga da Fórmula Ford Portugal.

Também poderão ser vistos monolugares de gerações anteriores, como o Lotus 61 M ex-Robert Giannone ou o Olympic que foi campeão de Fórmula V em Portugal pelas mãos de Manuel Nogueira Pinto.

Na tarde do dia da inauguração, 10 de fevereiro, a partir das 15 horas, o Museu do Automóvel de Vila Nova de Famalicão organiza uma tertúlia com algumas figuras do automobilismo nacional que vão partilhar as suas experiências com todos aqueles que desejem deslocar-se a este espaço Num espaço de 3 mil metros quadrados, em Ribeirão, o Museu do Automóvel de Vila Nova de Famalicão, não se esgota nas coleções expostas, estendendo-se às áreas da formação e educação através da Escola de Restauro Automóvel e da Escola de Educação Rodoviária.

GANT já fechou as lojas e despediu 200 trabalhadores

Mais 200 pessoas foram para o desemprego esta quarta-feira, depois de oficializada a decisão de encerramento das lojas da marca sueca Gant, na sequência do processo de insolvência do grupo Ricon (que levou ao despedimento na segunda-feira de cerca de 600 trabalhadores).

O stock que ficou armazenado nas 20 lojas Gant espalhadas pelo país deve ser removido das mesmas nos próximos dias. A marca vai continuar a trabalhar no mercado português mas sem lojas abertas ao público.

A partir de hoje os interessados em comprar roupa desta marca só o poderão fazer no site oficial.

Dois feridos em acidente na reta de Viatodos

Pelo menos duas pessoas ficaram feridas numa colisão de duas viaturas, ao início da noite desta quarta-feira, na Avenida da Estação em Viatodos, Barcelos.

[su_slider source=”media: 4450,4451″ title=”no” mousewheel=”no”]

De acordo com testemunhas, o acidente terá acontecido devido ao que se julga ter sido uma distração. Já que a colisão deu-se no momento em que um dos carros saía de uma residência para aquela via e o outro seguia na mesma avenida.

Dos feridos um deles inspira mais cuidados contudo ambos foram transportados para a unidade de Famalicão do Centro Hospitalar do Médio Ave.

 

Trabalhadoras da Ricon à porta da empresa até pelo menos segunda-feira

Com o fecho anunciado das empresas do grupo Ricon, a unidade fabril localizada em Ribeirão é alvo da máxima atenção por parte das funcionárias despedidas na última segunda-feira.

Como forma de protesto e para evitar que o material que se encontra no interior da empresa possa ser retirado sem autorização, vários grupos de trabalhadoras vão-se manter à porta das instalações até elas serem oficialmente fechadas pelo tribunal

Funcionárias da Triumph vão estar à porta do tribunal com trabalhadoras da Ricon

 

Um grupo de funcionárias da Triumph viaja esta quarta-feira até Vila Nova de Famalicão para marcar presença no tribunal onde se continuam a realizar as assembleias gerais de credores das empresas do grupo Ricon.

Segundo avança o Jornal Económico através de fonde sindical, “o encontro que deverá realizar-se entre as trabalhadoras da antiga Triumph e da Ricon é uma forma de prestarem solidariedade” num momento em que o fecho as duas unidades vai colocar no desemprego cerca de 1.300 pessoas.

Trabalhadoras da Ricon despedidas por carta enquanto trabalhavam

Foi através dos familiares que as trabalhadoras do grupo Ricon souberam do seu despedimento, na manhã desta segunda-feira. Sem que nada fizesse prever, foram chegando às casas das funcionarias deste grupo, as cartas que ditavam o fim do posto de trabalho que até então ocupavam.

Estou chocada, nunca pensei que isto fosse terminar assim.

Funcionária da Ricon

Com esta decisão cerca de 600 pessoas vão para o desemprego. O presidente da câmara municipal de Famalicão, Paulo Cunha, já fez saber que a autarquia tem uma equipa dedicada a este caso e que vai ajudar todos os famalicenses ex-trabalhadores do grupo Ricon.

Imagem: RTP (via O Minho)

Most Popular Topics

Editor Picks