Câmaras de videovigilância no cemitério de Calendário para acabar com roubos

A Junta de Freguesia de Calendário vai colocar 6 câmaras de videovigilância no cemitério local. O objetivo é evitar roubos das campas, como flores, floreiras, crucifixos e outros objetos de adorno. Mas também baldes e vassouras que pertencem à Junta de Freguesia de Calendário, são levados.

As câmaras devem entrar em funcionamento dentro de duas semanas. Esta foi a opção tomada pela Junta para impedir que mais roubos aconteçam e que se evitem problemas maiores, porque, segundo a presidente de Junta, já houve alguém que ameaçou ficar de vigilância à campa da família.

Segundo informações de Estela Veloso, esta situação de roubos existe há cerca de quatro anos. A autarca revela que há roubos que têm como intenção a venda dos produtos.

«A colocação das câmaras de videovigilância é uma obra do ano passado que não conseguimos concluir devido ao mau tempo, mas dentro de 15 dias estará pronta. Esperemos que os roubos acabem», referiu Estela Veloso, em declarações à Cidade Hoje.

Famalicão: Refood assaltada na madrugada desta sexta-feira

O núcleo Refood de Famalicão, com sede nos pré-fabricados junto à estação de comboios, foi assaltado na madrugada desta sexta-feira. Os assaltantes acederam às instalações partindo vidros de uma janela e, no interior, roubaram o computador e a máquina do café. Deixaram, ainda, um rasto de destruição, com portas estroncadas e armários danificados. Apesar deste cenário, a instituição garante que a sua atividade prossegue normalmente.

Também a sede da Federação Concelhia de Associação de Pais de Famalicão, que tem instalações nos pré-fabricados, foi assaltada. É visível, do exterior, que a sede foi toda remexida, não se sabendo, no entanto, os danos provocados.

Esta onda de assaltos atingiu a maioria das associações instaladas nos pré-fabricados, registando-se, essencialmente, danos materiais.

Centro de Equitação assaltado: prejuízo de milhares de euros

O CETVA – Centro Equestre e Turístico do Vale do Ave, situado na Avenida D. Afonso Henriques, Calendário, foi assaltado na madrugada desta quinta-feira, dia 23 de janeiro, por volta da 1h30 da manhã. Roubaram 6 cabeçadas de ensino (4 delas completas, uma completa de freio e bridão e uma de gala de freio e bridão); um arreio lexis 17,5, um arreio da zaldi relvas 17.5 (só existe mais um igual em Portugal) e uma sela à portuguesa das antigas que tem gravado as iniciais D. F. (única e personalizada); uma estela de seis pontas; ainda quatro arreios completos de póneis e burros.

Houve ainda estragos, porque os ladrões usaram um pé de cabra para arrombar as instalações. No total, os prejuízos rondam milhares de euros.

Os proprietários já participaram às autoridades competentes que estão a investigar o caso. Há imagens de videovigilância.

GNR apanha assaltante em Famalicão

O Núcleo de Investigação Criminal de Barcelos da GNR identificou um homem, de 22 anos, por furto a uma residência, no concelho de Vila Nova de Famalicão.

No decurso de uma investigação relativa a um furto em residência, ocorrido no passado dia 3 de janeiro, a GNR conseguiu identificar o autor, bem como recuperou o material roubado, avaliado em 300 euros. A intenção do suspeito, que foi constituído arguido, seria vender o material que, entretanto, foi entregue ao legitimo proprietário.

GNR detém três jovens por furto em Ribeirão

Três jovens, com idades entre os 17 e 19 anos, foram detidos, na passada terça-feira, por furto, numa habitação em obras, na freguesia de Ribeirão.

No decurso de uma denúncia a dar conta que uma habitação em obras de remodelação se encontrava a ser assaltada, os militares da GNR deslocaram-se ao local, intercetando os suspeitos que tinham na sua posse várias ferramentas e materiais de construção, no valor estimado de 250 euros. Os materiais foram restituídos ao legítimo proprietário e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Famalicão.

Assaltada residência em Seide S. Miguel

Foi assaltada uma residência no largo de Seide S. Miguel, na tarde desta quarta-feira, entre as 14 e as 16 horas.

Os assaltantes levaram diversas peças de ouro, de valor elevado e de grande estima da proprietária. Além do roubo, remexeram toda a residência, deixando um rasto de destruição.

A proprietária, uma senhora viúva, com 80 anos, tinha-se ausentado de casa e quando regressou encontrou a vivenda arrombada e assaltada.

Não há testemunhas deste assalto. A GNR esteve no local e tomou conta da ocorrência.

Most Popular Topics

Editor Picks