Caso Valentina: Prisão preventiva para pai e madrasta

Sandro, pai de Valentina, e Sandra, a madrasta da criança, vão ficar em prisão preventiva. A decisão foi proferida esta quarta-feira, pelo o juiz de instrução criminal.

A madrasta está indiciada por homicídio qualificado por omissão e dolo eventual. Sandro, o pai, é suspeito por homicídio qualificado e violência doméstica.

Ambos estão indiciados por profanação de cadáver, em coautoria.

Imagem: Lusa