Câmara Municipal exige ao Ministério da Educação uma solução para os alunos do Externato

Câmara Municipal exige ao Ministério da Educação uma solução para os alunos do Externato

A Câmara Municipal de Famalicão pediu uma reunião de urgência com o Ministério da Educação para abordar a insolvência do Externato Delfim Ferreira.

Em causa estão 180 alunos que podem ficar sem aulas, a poucos dias de terminar o segundo período deste ano letivo.

Mesmo não sendo uma matéria da sua responsabilidade, a Câmara está a procurar respostas. «A Câmara quer perceber da parte do Ministério quais são as opções que existem para este conjunto de alunos e famílias que, sem o preverem, foram confrontadas com uma situação de cessação de uma resposta letiva. Isto deve ser inédito em Portugal». Esta é a preocupação do presidente da Câmara, Paulo Cunha, face ao encerramento da instituição de ensino que, no seu entender, é «muito triste para Famalicão e para o país».

O município de Famalicão tem reunido com os pais dos alunos que se encontram nesta situação, mas o presidente da Câmara garante que nunca foi procurado pela direção do Externato.

Most Popular Topics

Editor Picks