Câmara e ACIF recomendam encerramento de espaços comerciais e de serviços não essenciais

Num comunicado conjunto, a Câmara Municipal e a Associação Comercial e Industrial de VN Famalicão recomendam aos proprietários de estabelecimentos comerciais e de serviços não essenciais o encerramento total e por tempo indeterminado.

Comunicação conjunta relativa ao Comércio e Serviços

Numa luta que é de todos e para todos, de forma a travar o mais rapidamente possível a pandemia de propagação do COVID-19, a Câmara Municipal de Famalicão e a Associação Comercial e Industrial de V. N. Famalicão (ACIF) enaltecem, desde logo, o compromisso demonstrado por todos os famalicenses, bem como o sentido de respeito e responsabilidade pelas medidas impostas pelo Município e pelo Governo.

A vitalidade económica do nosso concelho é já uma imagem de marca e é nessa vitalidade que assentam muitas das nossas preocupações atuais, por ser um ativo do concelho e de todas as famílias que nele habitam. É essa vitalidade que iremos manter e pela sua defesa que procuraremos tomar, em conjunto, todas as medidas necessárias.

Nesse sentido, e complementando as medidas impostas pelo Governo quanto ao encerramento de bares, discotecas e estabelecimentos similares, o Município de Famalicão e a ACIF recomendam aos proprietários de estabelecimentos comerciais e de serviços não essenciais o encerramento total e por tempo indeterminado.

Esta tomada de posição, cuja decisão última pertence exclusivamente a cada um dos proprietários, é muito importante para conter a propagação da pandemia na nossa Cidade, promovendo, ainda mais, o isolamento social de todos os famalicenses.

Situações excecionais exigem medidas excecionais. Que um passo atrás será, no futuro, dois passos em frente. Certos de que ultrapassaremos todas as dificuldades e que todos, juntos, seremos capazes de manter toda a nossa vitalidade económica, social, cultural e desportiva.

O Presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Dr. Paulo Cunha

O Presidente da Associação Comercial e Industrial de V. N. Famalicão, Dr. Fernando Xavier Ferreira