Concelho

Câmara de Famalicão cria Bolsa de Peritos para ajudar novos empreendedores

Os cidadãos de concelho de Vila Nova de Famalicão que andem a congeminar uma ideia de negócio vão poder beneficiar da opinião de especialistas de várias áreas quanto aos méritos da mesma e sobre a forma e condições necessárias para que essa ideia se possa transformar numa empresa. A criação de uma Bolsa de Peritos para Apoio ao Desenvolvimento de Negócios foi aprovada na última reunião do executivo municipal e é uma nova ferramenta de apoio aos novos empreendedores de Famalicão no desenvolvimento da ideia até à eventual constituição da empresa.

A estratégia insere-se no objetivo mais lato do município de desenvolver, através do programa Famalicão Made IN, uma ampla rede estratégica de apoio à criação e desenvolvimento de novas empresas, por via da capacitação dos empreendedores em competências consideradas estratégicas ao sucesso do negócio, tendo em vista a geração de riqueza e a criação de emprego no concelho.

A Bolsa de Peritos vai reunir um conjunto de especialistas para aconselhar e orientar os empreendedores na criação de novas empresas, em áreas como: estruturação da ideia, modelo e plano de negócio, patentes, marketing, comunicação, financiamento, registo e aconselhamento jurídico, entre outros assuntos relevantes à criação de uma empresa. “É uma iniciativa que dá enquadramento à manifestação de disponibilidade de muitas pessoas com valor, que se têm voluntariado, no âmbito do trabalho de rede desenvolvido pelo programa Famalicão Made IN, para emprestar a sua competência empreendedora àqueles que estão a dar os primeiros passos”, explica o Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, enaltecendo a disponibilidade “dos que já têm experiência para, num contexto informal, ajudar aqueles que estão a começar”. “A expetativa é que os peritos que vão ser constituídos em bolsa deem umas luzes, alguns sinais, acerca dos caminhos que as pessoas podem seguir”.

O processo de candidatura à bolsa de peritos será feito oportunamente através de preenchimento de formulário submetido eletronicamente, em conjunto com as correspondentes normas de acesso e requisitos de admissão, no portal do projeto Famalicão Made IN (www.famalicaomadein.pt).

Para além de regulamentar o processo, o município disponibilizará espaços físicos e meios materiais do Gabinete de Apoio ao Empreendedor para efeitos de reuniões de trabalho entre os peritos e os empreendedores.

Previous post

Jovens famalicenses deram as boas-vindas ao verão

Next post

Condutora sem carta fere nove pessoas em corrida ilegal

Cidade Hoje