Câmara de Famalicão antecipa apoios à cultura

Face às restrições de trabalho provocadas pela pandemia do covid-19, a Câmara Municipal de Famalicão resolveu ajudar os artistas e as instituições culturais antecipando os subsídios à cultura.

Até ao momento, a autarquia famalicense já transferiu cerca de 420 mil euros para os parceiros culturais locais. A somar a este valor, estão os 14 mil euros pelo trabalho online de artistas, grupos de música e companhias de teatro, com diversos espetáculos de dança, teatro, poesia, literatura e oficinas temáticas.

«Com a pandemia da Covid 19, as associações culturais e os artistas foram os primeiros a parar e a fechar portas. Foram obrigados a interromper todo o seu trabalho. Apesar de tudo, não baixaram os braços e deram o exemplo à comunidade, continuaram em casa a criar e a oferecer-nos a sua arte», explica o presidente da Câmara Municipal. Para Paulo Cunha, «a arte e a cultura foram fundamentais durante o período de confinamento, pois ajudaram as pessoas a não se sentirem sozinhas, a terem companhia, a divertirem-se e a continuarem ligadas à cultura».

O autarca famalicense destaca, ainda, a importância dos apoios para garantir a sobrevivência das próprias instituições artísticas. «Precisamos da cultura e das artes na nossa vida e temos que os apoiar neste momento difícil».

Recorde-se que durante o período de confinamento, foram promovidos, através da página de facebook “Famalicão Comunitário”, cerca de 60 eventos culturais, que atingiram mais de 70 mil visualizações. Apesar da área predominante ser a música, também decorreram espetáculos de dança, teatro, poesia/literatura e oficinas temáticas, e foi apresentada uma web série.