Câmara apoia construção do novo Campus de Ensino Profissional e Artístico

Câmara apoia construção do novo Campus de Ensino Profissional e Artístico

O equipamento, que vai nascer nas instalações da antiga Cegonheira, em plena zona escolar da cidade, pela mão da ARTAVE, tem um apoio municipal de quase dois milhões de euros. O subsídio, aprovado na última reunião do executivo municipal, resulta, na prática, da transferência da verba que atualmente o município despende com o aluguer das instalações da escola, na Rua Adriano Pinto Basto.

A obra, com um investimento na ordem dos 6 milhões e 500 mil euros, será executada pela ARTEMAVE – Associação de Promoção das Artes e Música do Vale do Ave, entidade proprietária da ARTAVE – Escola Profissional Artística do Vale do Ave, e pelo INFORARTIS – Instituto de Formação Artística do Vale do Ave, entidade proprietária do CCM – Centro de Cultura Musical.

A verba aprovada vai materializar-se em prestações mensais de 8 mil euros, ao longo de 232 meses, com efeito a partir do momento em que a ARTAVE e o CCM passarem a ocupar as novas instalações. Deste modo, a autarquia garante um novo equipamento educativo e cultural e com uma instituição de ensino de referência internacional associada, sem pagar mais por isso. «Aquilo que a autarquia está a fazer é a aprovar a continuidade do apoio financeiro que já dá a esta escola profissional e artística, mas a redirecioná-lo agora para a construção das suas novas instalações», explica Paulo Cunha.

O protocolo prevê, ainda, a cedência do espaço da antiga Cegonheira adquirido pela autarquia, em regime de direito de superfície, à ARTEMAVE e ao INFORARTIS por 50 anos.

Com este processo, diz o presidente da Câmara Municipal, ganha a Artave, «que passa a ter condições de excelência para consolidar o seu projeto educativo», mas ganha também o concelho, «que passa a ter um novo espaço cultural, um novo auditório e uma zona nobre da cidade reabilitada».

O executivo municipal aprovou, também, a celebração de um protocolo de parceria com as duas entidades para a criação de um polo da incubadora Famalicão Made IN nas futuras instalações do Campus do Ensino Profissional e Artístico. Apoiar empreendedores na área das indústrias criativas, ligadas à música e artes, é o principal objetivo deste polo.

Most Popular Topics

Editor Picks