Concelho

Bernardo Vieira é 4º melhor do mundo

O atleta Bernardo Vieira, de 12 anos, da Jing-She Escola de Wushu de Famalicão, foi o atleta português que representou a Selecção Nacional de Wushu da Federação Portuguesa de Artes Marciais Chinesas UPD, no 7º Campeonato do Mundo de Juniores de Wushu, que decorreu entre 9 e 16 de Julho, na cidade de Brasília, no Brasil.
O atleta partiu acompanhado pelos seus treinadores, Alexandre Oliveira – também treinador da Selecção Nacional de Wushu, e Ana Rita Rego. Em competição estiveram selecções de todos os continentes, num total 700 atletas.
Bernardo Vieira competiu no escalão sub 12, tendo realizado o máximo de provas individuais permitidas neste grupo etário (duas) – Qiangshu (Lança) e Changquan (Punhos Estilos Longos).
No primeiro dia de competição, e na sua primeira prova deste mundial, o atleta alcança um resultado histórico para Portugal: 4º lugar na prova Qiangshu com a nota de 8.55, obtendo Diploma Mundial só acessível aos 8 melhores do mundo. Bernardo Vieira foi o melhor europeu na prova de Qiangshusub 12 e o primeiro atleta português a alcançar tão elevado lugar em mundiais de Wushu Juniores ou Seniores. Nesta prova, nos 3 primeiros lugares ficaram Singapura com 8.67, os EUA com 8.70 e a Malásia com 8.92.
Bernardo Vieira competiu dois dias seguidos e ao segundo dia, na sua segunda prova volta a fazer história no Mundial. O atleta foi o único europeu nos 15 primeiros lugares de um total de 35 atletas da prova mais disputada de todo o campeonato do mundo de juniores. À frente de Portugal ficaram os EUA e países da Ásia. Bernardo Vieira classificou-se em 15º lugar em Changquansub 12 com 8.36.
O atleta teve um percurso ascendente deste o seu primeiro mundial, há dois anos na Bulgária. Bernardo Vieira cumpriu o objectivo de melhorar a prestação do mundial de 2016, onde obteve o 10º lugar em Qiangshu e o 35º lugar em Changquan. Já em Maio deste ano, o atleta foi Campeão Europeu na prova Duilian, em equipa com o atleta Tomás Marques.
Os treinadores da Jing-She já se encontram com os olhos postos no próximo Campeonato do Mundo de Juniores de Wushu, cujo país será anunciado brevemente pela IWUF. Para esse próximo mundial de 2020, ambicionam alcançar ainda melhores resultados com este atleta e ver convocados outros atletas da Jing-She para representarem Portugal, naquela que é a prova de juniores com o maior nível mundial. Ainda este ano, a equipa de competição da Jing-She terá o Europeu de Qigong em Londres, e os campeonatos nacionais para disputar.
Previous post

Divisão de Honra com séries definidas

Next post

Daniela Pereira é vice-campeã nacional de XCO

Cidade Hoje