Já há candidatos à liderança do Bloco de Esquerda

Ana Marcelino, Adelino Mota, Paulo Costa e mais sete militantes do Bloco de Esquerda apresentaram uma lista às eleições do partido que se realizam no dia 14 de abril.

Metade dos membros desta lista encabeça, pela primeira vez, uma candidatura a uma comissão coordenadora concelhia, a outra metade fazia parte da estrutura e já tem também mais experiência política.

Nesta lista, a única até ao momento, 40% são mulheres e a média de idades é de 38 anos. O lema é: «Lutar por uma cidadania positiva”.

«Somos uma equipa disposta a trabalhar pela afirmação do partido no concelho», referiu Ana Rute Marcelino, que foi porta-voz na conferência de imprensa de apresentação da lista, no dia 15 de março.

No dia 14 de abril, o Bloco de Esquerda irá escolher outra comissão coordenadora, saindo da luta partidária ativa José Luís Araújo, que foi durante anos um dos rostos do Bloco de Esquerda e candidato quer à Câmara quer à Assembleia Municipal.

GANT elogia trabalhadores e lamenta fim da Ricon

Patrik Nilsson, CEO da GANT AB, com sede em Estocolmo, na Suécia, lamenta o fim do Grupo Ricon/Delveste. «É com grande tristeza que vemos o nosso distribuidor português não conseguir dar continuidade à parceria que vínhamos desenvolvendo». Por outro lado, o diretor agradece «toda a paixão e entrega dos trabalhadores portugueses para com a GANT» e destaca  «os esforços que desenvolveram ao longo destes tempos conturbados».

A GANT AB aguarda pelo desenlace das questões legais relacionadas com a falência do Grupo Ricon/Delveste para assumir uma nova estratégia para o mercado português, um dos mais fortes em termos globais para a marca.

Recorde-se que ao longo de 26 anos, a GANT manteve uma parceria de franchising com o grupo empresarial que entrou em insolvência no início deste ano, «não obstante os esforços desenvolvidos pela GANT AB  ao longo do último ano para assegurar a continuidade do negócio e a notoriedade da marca no mercado português», lê-se na nota enviada à comunicação social que cita Patrik Nilsson.

CeNTI e CITEVE ajudam Têxteis Penedo a criar tecidos com sistema de iluminação

Tecidos com sistemas de iluminação (LEDs) integrados são a mais recente aposta tecnológica da Têxteis Penedo. Com este projeto, o LEDinTEX, a empresa de Guimarães espera faturar um milhão de euros por ano. São produtos que resultam de um projeto de investigação com financiamento europeu liderado pela Têxteis Penedo, em parceria com o CeNTI e o CITEVE, centros de investigação com sede em Vila Nova de Famalicão.

O objetivo foi desenvolver uma linha piloto para a produção de têxteis com sistemas de iluminação integrados e demonstrar, em situação real, a sua viabilidade técnica e económica. Pretendeu-se, ainda, confirmar a versatilidade do design de produto das novas soluções e responder de forma eficaz às solicitações do mercado nacional/internacional.

Neste momento, já existe uma patente registada e o objetivo é exportar os produtos para vários mercados internacionais.

Fundada em 1975, a Têxteis Penedo tem um papel de destaque na produção de têxteis-lar em Jacquard. A elevada qualidade dos seus produtos têxteis permitiu a consolidação de uma posição cimeira no panorama da industria têxtil mundial

Ministério Público quer prisão efetiva para contabilista da ANEP

Pelo menos oito anos de prisão efetiva, é quanto pede o Ministério Público para o principal arguido do caso ANEP – Consultores, Mário Pena, que terá lesado várias empresas, através do desvio de cheques para pagamento de contribuições e impostos, alegamente para proveito próprio. O pedido do Ministério Público foi feito na manhã desta quinta-feira , durante a audiência de alegações finais que decorreu no Tribunal de Guimarães.

Mário Pena está acusado de abuso de confiança fiscal qualificado, falsificação de documentos, falsificação de documentos agravado e corrupção ativa. Paulo Costa, técnico de contas e antigo funcionário da ANEP, está acusado dos mesmos crimes, e José Paiva, funcionário tributário, responde por corrupção passiva para ato ilícito.

Durante o julgamento deste caso, descoberto em 2008, os arguidos negaram os crimes.

Câmara atribui 273 bolsas de estudo

A Câmara Municipal deu a conhecer esta manhã os alunos do ensino superior que vão receber bolsas de estudo. Entre os 748 candidatos, foram atribuídas 273 bolsas, num valor global de 178 mil 250 euros.

Os valores variam entre 1.100 euros e 500 euros, conforme os rendimentos do agregado familiar. Segundo o presidente da Câmara, Paulo Cunha, esta é uma medida de solidariedade com as famílias e de aposta na valorização dos recursos humanos dos famalicenses.

A entrega das bolsas de estudo acontece no dia 28 de março, na Casa das Artes.

Festas Antoninas candidatas a Património Nacional Imaterial

O município de Vila Nova de Famalicão vai candidatar as Festas Antoninas a Património Nacional Cultural Imaterial. A proposta foi votada esta quinta-feira, por unanimidade, em reunião de Câmara.

Esta candidatura concelhia está integrada num projeto que envolve outros municípios, com romarias típicas do Minho.

Segundo o presidente de Câmara, Paulo Cunha, o objetivo desta proposta é dar mais visibilidade a estas festas que se celebram em junho, procurando tirar maiores dividendos do ponto de vista turístico.

Most Popular Topics

Editor Picks