Capotamento faz 4 feridos em Calendário

De acordo com os Bombeiros Voluntários de Famalicão, que estiveram no local a prestar socorro, o acidente aconteceu por volta das 19h15 na Rua de Passos.

De entre os quatro feridos, transportados para a unidade de Vila Nova de Famalicão do Centro Hospitalar do Médio Ave, estava pelo menos uma criança com 4 anos de idade.

No local também esteve a PSP.

Piruka e Augusto Canário animam Feira de Artesanato e Gastronomia de Famalicão

Uma noite para a juventude desfrutar da Feira de Artesanato e Gastronomia de Vila Nova de Famalicão é a principal novidade da edição deste ano que arranca a 31 de agosto e decorre até 9 de setembro. A animação estará a cargo do rapper Piruka que promete atrair as gerações mais novas até ao recinto da Feira, na noite de 6 de setembro.

Para o presidente da Câmara Municipal a autarquia “tem tido a preocupação de atrair para ao certame as novas gerações de forma a transmitir-lhes tradições ancestrais do nosso artesanato e da nossa gastronomia. Só através dos mais novos é possível preservar e valorizar este património único e genuíno”

Para além do rapper, o evento garante animação diária e constante através da participação de quase três dezenas de artistas musicais, donde se destaca a presença de Augusto Canário & Amigos no dia 4 de setembro. O espetáculo de música popular juntará a tradição das concertinas, cavaquinhos, violões e bandolins à modernidade da bateria e do baixo, com o calor e sabor dos instrumentos de percussão latinos, criando um ambiente vivo, colorido, cheio de ritmo e alegria.

A abrir o evento estará a Banda de Música de Riba de Ave e a Chulada da Ponte Velha de Santo Tirso. Segue-se um fim-de-semana com folclore, concertinas e cantares ao desafio. As noites serão animadas pelas bandas ÚS Sai de Gatas e Fammashow.

A noite de segunda, dia 3, estará entregue a Helena Fernandes e Banda Jazz e à Banda Medusa. O resto da semana segue ainda com Ronda dos Quatro Caminhos (dia 5) e Charles Band Dickens e Rosamate (dia 7).

No segundo fim-de-semana do evento destaque para as tardes de folclore, para o projeto cultural Vozes do Minho, as danças urbanas e para a atuação de Costinha (no sábado) e de Carina Amarante e Patricia Costa (no domingo), com a noite de fado. Todos os espetáculos são de entrada livre.

Refira-se que a Feira de Artesanato e Gastronomia decorre no recinto do antigo campo da feira semana reunindo ao longo dos dez dias mais de 100 artesãos – muitos deles a trabalhar ao vivo – representantes das várias regiões do país e perto de uma dezena de restaurantes e tasquinhas com as iguarias mais tradicionais. Por aqui, há ainda espaço para os produtores que trazem consigo os vinhos, queijos, presuntos e doces mais puros oriundos de todo o país.

35ª FEIRA DE ARTESANATO E GASTRONOMIA DE VILA NOVA DE FAMALICÃO

LOCAL | Antigo Campo da Feira Semanal

Dia 31 de Agosto – SEXTA

18H00 – inauguração com arruada pela BANDA DE MÚSICA DE RIBA D’AVE

21h30 – Concerto pela BANDA DE MÚSICA RIBA D’AVE

22h30 – CHULADA DA PONTE VELHA (Santo Tirso)

Dia 01 de Setembro – SÁBADO

16h00 – Tarde de Folclore: RANCHO FOLCLÓRICO DA NOVO RUMO, Associação de

Professores de Vila Nova de Famalicão e GRUPO FOLCLÓRICO DE NINE

21h30 – Grupo FOLC 5 (Joane)

22h30 – ÚS SAI DE GATAS (Miranda do Corvo)

Dia 02 de Setembro – DOMINGO

16h00 – Tarde Popular:

Arruada de Concertinas: ESCOLA DE CONCERTINAS DA ASS. CULT. DESP. S. MARTINHO DE BRUFE e ASSOCIAÇÂO DE CONCERTINAS MONTE SANTO ANDRÉ (Arnoso Santa Eulália)

Cantares ao Desafio p/ ASSOCIAÇAO DE TOCADORES E CANTADORES AO DESAFIO FAMALICENSE

21h30 – BANDA FAMMASHOW

Dia 03 de Setembro – SEGUNDA

21h30 – HELENA FERNANDES com Banda Jazz

22h30 – BANDA MEDUSA (Fradelos)

Dia 04 de Setembro – TERÇA

22h30 – AUGUSTO CANÁRIO & AMIGOS

Dia 05 de Setembro – QUARTA

22h30 – RONDA DOS QUATRO CAMINHOS

Dia 06 de Setembro – QUINTA

22h00 – PIRUKA

Dia 07 de Setembro – SEXTA

21h30 – CHARLES BAND DICKENS (VNF)

22h30 – ROSAMATE (Pedome)

Dia 08 de Setembro – SABADO

16h00 – Tarde de Folclore:

GRUPO FOLCLÓRICO SANTA LEOCÁDIA DE FRADELOS

RANCHO FOLCLÓRICO DA CASA DO POVO DE RUIVÃES

21H30 – Projeto Cultural VOZES DO MINHO

Projeto Polifónico de Temas Etnográficos e Populares Portugueses

Com a participação de vozes de grupos de 5 concelhos (Viana, Braga, Famalicão, Vila Verde e Ponte de Lima

22h30 – COSTINHA

Dia 09 de Setembro – DOMINGO

16h00 – Tarde de Folclore:

GRUPO INFANTIL E JUVENIL DANÇAS E CANTARES DE JOANE

GRUPO FOLCLÓRICO DANÇAS E CANTARES JOANE

18h00 – Danças Urbanas:

CASA DO POVO DE RIBEIRÃO

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DAS LAMEIRAS

20h30 – Noite de Fado

Participação: CARINA Amarante e PATRÍCIA COSTA

Enfermeiros iniciaram às 00:00 desta segunda-feira greve nacional de cinco dias

Os enfermeiros associados da Federação Nacional dos Sindicatos de Enfermeiros (FENSE) iniciaram às 00:00 de segunda-feira uma greve nacional de cinco dias em protesto contra o impasse na negociação do acordo coletivo de trabalho, que começou há um ano.

O dirigente da FENSE – que integra o Sindicato Independente Profissionais de Enfermagem (SIPE) e o Sindicato dos Enfermeiros (SE) -, José Correia Azevedo, disse à Lusa que as razões do protesto se prendem com “o impasse na negociação” da proposta do acordo coletivo de trabalho apresentado pelos enfermeiros em agosto de 2017.

“Hoje é porque falta este, amanhã é porque falta aquele, depois falta o outro, e nós entendemos que o Governo efetivamente não quer negociar, porque se quisesse negociar, já tinha respeitado o compromisso que assumiu” de que o acordo estaria terminado no fim de setembro de 2017, razão pela qual os profissionais minimizaram a luta, disse o dirigente da federação, que representa cerca de 10 mil dos pouco mais de 40 mil enfermeiros.

Um ano depois, “estamos ‘na mesma como a lesma’, não saímos ainda do sítio. E, portanto, esta greve destina-se a chamar a atenção dos enfermeiros de que, se querem este acordo, que conhecem em proposta, têm de nos ajudar nesta luta”, disse José Correia Azevedo.

“O Governo dá a impressão que está a tentar ganhar tempo, não sabemos muito bem porquê nem para quê, para nos empatar e nós estamos dispostos a começar esta greve, à qual se podem seguir outras, para obrigar o Governo a dizer ou não quer negociar, e assume a responsabilidade política, ou quer negociar e tem que terminar os trabalhos porque um ano já é demais” para a negociação.

Os enfermeiros pretendem que seja criada uma carreira especial de enfermagem, que integre a categoria de enfermeiro especialista, e exigem o descongelamento da carreira, lembrando que o Estado deve aos Enfermeiros 13 anos, 7 meses e 25 dias nas progressões. Exigem também a revisão das tabelas remuneratórias.

“Mesmo que não tenham dinheiro para a pagar atualmente, os sindicatos já propuseram o pagamento em três prestações anuais”, disse José Correia Azevedo, presidente do Sindicato dos Enfermeiros. Os sindicatos garantem que os serviços mínimos serão respeitados.

Deputados do PS questionam Governo sobre limpeza das estradas no distrito

Os deputados socialistas eleitos pelo distrito de Braga, Joaquim Barreto, Luís Soares, Sónia Fertuzinhos, Nuno Sá, Maria Augusta Santos, Hugo Pires e Palmira Maciel, dirigiram uma pergunta ao ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, questionando o Governo sobre a falta de limpeza das bermas, valetas e passeios ao longo das estradas nacionais no distrito de Braga.

Luís Soares, deputado vimaranense, afirma que, «ao contrário do que a entidade responsável pela concessão das estradas nacionais está obrigada a fazer, no distrito de Braga verifica-se uma situação lamentável de falta de limpeza das bermas, valetas e passeios das estradas nacionais que atravessam os diversos concelhos, designadamente de Famalicão, Guimarães, Fafe, Cabeceiras de Basto e Póvoa de Lanhoso». Os deputados socialistas «lamentam e demonstram com esta pergunta a sua preocupação com a vegetação que se adensa nas bermas, nas valetas e nos passeios e que coloca em causa a segurança dos peões (pessoas), mas também de todos os condutores».

Luís Soares alerta, ainda, que «os municípios e as freguesias do distrito têm utilizado o portal das Infraestruturas de Portugal para reclamar da situação e que ficam sem resposta. Assim têm sido as próprias autarquias a substituírem-se à responsabilidade da Infraestruturas de Portugal com o objetivo de solucionar os problemas dos cidadãos». Na pergunta dirigida a Pedro Marques, os deputados socialistas de Braga, preocupados com a defesa das populações que os elegeram, pretendem que o ministro esclareça as razões para a situação de falta de limpeza de bermas, valetas e passeios das estradas nacionais no distrito de Braga e para quando está prevista essa limpeza da qual é responsável a concessionária Infraestruturas de Portugal.

Especialista diz que sismos sentidos esta semana no Minho são “normais”

Os sismos sentidos durante esta semana em Vila Verde, no distrito de Braga, são normais para a zona, não tendo “nada de excecional” a energia libertada, associada à magnitude, segundo um especialista.

“A energia libertada pelos sismos, associando à magnitude, não tem nada de excecional para a zona. São sismos que foram percecionados pela população e com epicentro muito próximo de zonas habitadas, o que faz com que seja comunicada a ocorrência”, disse à Lusa, Fernando Carrilho, geofísico do Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

Fernando Carrilho explicou ainda que, no contexto de Portugal continental, há “10 a 20 sismos que são sentidos pela população num universo de 1.500/2.000 por ano” e que são registados pela rede de instrumentos que ocupa o território.

Segundo o especialista, os sismos de Vila Verde não estão inseridos nas zonas de maior risco no contexto de perigosidade sísmica, já que, adiantou, no norte e noroeste de Portugal a perigosidade é “baixa”, o que “não quer dizer que não ocorram sismos de tempos a tempos e que sejam sentidos”.

“As zonas de maior perigo sísmico são as zonas do Algarve e Lisboa e vale inferior do Tejo, onde o risco é mais elevado”, sublinhou.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o sismo de hoje teve o seu epicentro a cerca de quatro quilómetros a norte-nordeste de Vila Verde e foi registado às 11:36.

Na segunda-feira, dois sismos ocorreram de manhã também em Vila Verde, sendo pelo menos um deles sentido, o de 3,2 na escala de Richter. Já na terça-feira, foi registado um novo abalo, de magnitude 3,1 na escala de Richter, sentido pela população.

Os sismos são classificados segundo a sua magnitude como micro (menos de 2,0), muito pequeno (2,0-2,9), pequeno (3,0-3,9), ligeiro (4,0-4,9), moderado (5,0-5,9), forte (6,0-6,9), grande (7,0-7,9), importante (8,0-8,9), excecional (9,0-9,9) e extremo (superior a 10).

Lusa

Erasmus chegou ao ensino profissional

As candidaturas ao programa Erasmus Pro já estão abertas. O programa resulta de uma associação entre a Escola Profissional Profitecla e a Comissão Europeia. Ao todo, a organização prevê que o programa vai beneficiar trinta alunos desta escola profissional, que assim poderão obter um estágio de seis meses no estrangeiro.

As candidaturas ao Erasmus Pro devem ser feitas no site da Profitecla. Os alunos interessados devem reunir requisitos para se candidatarem, tais como um nível de inglês igual ou superior ao B2, disponibilidade nos fluxos definidos e ainda garantir um nível superior de autonomia, responsabilidade e maturidade. Os alunos que estiverem interessados neste programa têm de se inscrever até dia 17 de agosto para se candidatarem. A Erasmus Pro é a nova aposta da Comissão Europeia para os programas de mobilidade de longa duração.

A organização europeia estima que até 2020, cerca de 50 000 jovens estarão abrangidos por esta iniciativa. Os objetivos do Erasmus Pro é a disseminação de boas práticas para a colocação de jovens, promovendo desta forma o desenvolvimento das suas capacidades, o aumento da empregabilidade e o fortalecimento da cidadania europeia nos jovens.

Most Popular Topics

Editor Picks