50 anos em exposição

De 13 de junho a 13 de setembro, a Casa do Território, no Parque da Devesa, recebe a Exposição: “Rotary – 50 anos em Famalicão”.

Esta mostra, inserida no programa comemorativo do cinquentenário do Rotary Club de V. N. de Famalicão, está aberta à comunidade que queira conhecer melhor este clube e todo o seu percurso ao longo deste meio século.

Será uma oportunidade para conhecer melhor o movimento rotário, implantado em mais de 200 países, e testemunhar o percurso deste clube rotário famalicense desde 1970 até ao momento presente.

Festa de St.º António sem procissão mas com eucaristias

No dia 13 de junho, a paróquia de São Tiago de Antas irá celebrar a eucaristia da Festa de Santo António às 09h00, na capela de S. António, na rua Alves Roçadas, presidida pelo arcebispo D. Jorge Ortiga.

Para manter o distanciamento social, a lotação da capela está reduzida ao máximo de 50 pessoas. Não será possível admitir cristãos em pé no espaço fora da igreja e não será permitida a aglomeração de pessoas na rua. Uma equipa de acolhimento estará à entrada da capela de Santo António para acolher os indivíduos nos lugares que a capela dispõe.

Como festa do concelho, a Câmara Municipal irá fazer a transmissão da eucaristia pelas suas redes sociais, assim como nas da paróquia de São Tiago de Antas e da Arquidiocese de Braga.

Não haverá a bênção e distribuição pública do pão, mas durante a eucaristia será feita a bênção de apenas um pão a título simbólico. Para sublinhar este simbolismo da solidariedade do “pão de S. António”, alguns pães serão distribuídos pelas Conferências Vicentinas a famílias que recebem apoio destes grupos socio-caritativos.

Haverá outra celebração eucarística, desta vez às 11 horas, na igreja paroquial nova de Antas. A lotação máxima da igreja nova, nas circunstâncias atuais, é de cerca de 150 pessoas.

Da parte da tarde não haverá a habitual procissão de Santo António pela cidade, visto que todas as procissões estão suspensas até ao final do verão.

Todas as celebrações estão sujeitas às orientações da Direção Geral de Saúde (DJS). Assim, nas igrejas é obrigatório o uso de máscara durante toda a celebração, higienização das mãos nos momentos definidos e manter o distanciamento social.

Criança de cinco anos tenta disparar arma

A GNR de Braga apreendeu, esta terça-feira, como medida cautelar, uma arma de fogo que estava acessível a dois menores, de 5 e 7 anos, residentes em Crespos, naquele concelho.

Na sequência de uma denúncia de que os menores tinham livre acesso a uma arma de fogo, a GNR apurou que a mesma estava em lugar de fácil acesso às crianças e que o menor de cinco anos terá tentado dispará-la.

Foi feita uma busca domiciliária, que resultou na apreensão de uma arma de alarme e um carregador com cinco munições.

Os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Braga e à Comissão Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Braga.

A GNR relembra que para possuir uma arma de fogo legalmente, é necessário respeitar algumas normas de segurança no domicílio, nomeadamente: o portador que se separe fisicamente da arma de fogo deve colocá-la no interior de um cofre ou armário de segurança não portáteis, sempre que exigido; nos casos não abrangidos pelo descrito anteriormente, deve o portador retirar à arma peça que impossibilite o seu disparo, que deve ser guardada separadamente, ou colocar um cadeado ou outro mecanismo que impossibilitem o seu uso, ou fixá-la a parede ou a outro objeto fixo por forma que não seja possível a sua utilização.

Famalicão: Câmara Municipal lança campanha solidária “Todos por Todos”

A Câmara de Famalicão e as Comissões Sociais Inter-Freguesias colocaram no terreno uma campanha solidária com o título “Todos por todos”.

A campanha vai durar quatro meses, de junho a setembro, no segundo fim de semana de cada mês. A próxima é nos dias 13/14 de junho.

Durante estes meses, os famalicenses e o tecido empresarial são desafiados a doar bens alimentares e de higiene, além de vales, às dez Comissões Sociais Inter-freguesias, que os vão fazer chegar às famílias carenciadas.

O vereador Augusto Lima, com o pelouro do Desenvolvimento Territorial Integrado, diz que as necessidades das famílias estão a aumentar com a subida do desemprego devido ao covid-19.

Além das respostas à situação atual, a campanha “Todos Por todos” tem por objetivo preparar o futuro, antevendo um possível aumento das necessidades.

Peregrinação a Fátima a 12 e 13 de Junho já será com peregrinos

O Santuário de Fátima recebe nos dias 12 e 13 a primeira peregrinação internacional aniversária do ano com a presença de peregrinos na Cova da Iria, depois do confinamento resultante da pandemia de covid-19, anunciou hoje a instituição.

“A peregrinação internacional aniversária de junho é a segunda do ano pastoral, que está a ser vivido em Fátima sob o tema ‘Tempo de graça e misericórdia: dar graças por viver em Deus’, refere uma nota do Santuário, acrescentando que a celebração assinala a segunda ‘aparição’ de Nossa Senhora aos pastorinhos, a 13 de Junho de 1917.

O programa das celebrações, que serão presididas pelo bispo auxiliar de Lisboa Américo Aguiar, inclui, como habitualmente e entre outros momentos, o rosário internacional na Capelinhas das Aparições às 21:30 de dia 12, seguido da Procissão das Velas. Na manhã de dia 13, o recinto recebe uma missa, benção dos doentes e a Procissão do Adeus.

Na peregrinação internacional de junho será assinalado o centenário da escultura de Nossa Senhora de Fátima que os crentes veneram na Capelinha das Aparições, imagem cujo “modelo inicial” foi criado em 1920, refere o Santuário.

A escultura, com pouco mais de um metro de altura, produzida em cedro do Brasil e “que se tornou um dos ícones marianos mais conhecidos e replicados em todo o mundo”, foi encomendada em 1919 por Gilberto Santos, devoto de Torres Novas, à Casa Fânzeres, de Braga”, acrescenta o comunicado.

“Obra do santeiro José Ferreira Thedim, inspirada numa imagem de Nossa Senhora da Lapa, venerada em Ponte de Lima, a imagem foi modelada e executada conforme o relato das videntes, tal como lhe foi transmitido pelo cónego Manuel Formigão”, enfatiza a nota do Santuário de Fátima.

“A imagem foi benzida em 13 de maio de 1920 pelo pároco de Fátima, padre Manuel Marques Ferreira, na igreja paroquial, tendo sido levada para a Capelinha das Aparições apenas um mês depois, porque na altura as manifestações religiosas estavam proibidas pelo regime republicano”, explica.

A história da imagem inclui o nome da zeladora Maria Carreira – conhecida por Maria da Capelinha – que, durante a noite, a recolhia, tendo por esse facto a escultura “escapado incólume ao atentado de 6 de março de 1922, que destruiu parcialmente” a capela.

“Desde maio de 1982, com a renovação da Capelinha das Aparições a tempo da primeira visita de João Paulo II, a imagem assenta no exterior da Capelinha numa peanha que assinala o local exato onde se encontrava a azinheira (entretanto desaparecida por ação dos devotos) sobre a qual Nossa Senhora apareceu aos três pastorinhos”, sustenta o Santuário.

A nota frisa ainda que na tarde de 13 de Junho a escultura “vai estar mais próxima dos peregrinos” quando, a seguir à peregrinação, for deslocada “por umas horas” para a exposição comemorativa “Vestida de Branco” que evoca o seu centenário.

Most Popular Topics

Editor Picks