18 Jun 2019

Homem matou mãe à facada na Póvoa de Varzim e Polícia Judiciária investiga

O homem, de 44 anos, entregou-se na esquadra policial da Póvoa de Varzim cerca das 21:00, afirmando que tinha matado a sua mãe com uma arma branca, referiu fonte do Comando Metropolitano da PSP. A fonte disse desconhecer as motivações. A PSP deslocou-se à residência da idosa, tendo confirmado a

0
18 Jun 2019

Arriva e Vodafone disponibilizam internet nos autocarros para todos os passageiros

A partir desta semana mais de 250 autocarros da ARRIVA passam a estar equipados com uma rede wi-fi para que os passageiros possam navegar na internet à vontade. Esta melhoria do serviço acontece nos autocarros que circulam dentro dos concelhos de Famalicão e Guimarães, resulta de um acordo celebrado com

0
17 Jun 2019

Ar condicionado já funciona no hospital de Famalicão

A falta de ar-condicionado no Hospital de Famalicão deveu-se a uma falha técnica. A explicação foi dada esta segunda-feira pela Administração do CHMA à deputada da CDU na assembleia da república, Carla Cruz, que esteve de visita àquela unidade hospitalar. Os responsáveis do Hospital de Famalicão garantiram que o problema

0
16 Jun 2019

Famalicão: Carro entra em despiste e embate em caixa de eletricidade

Um carro entrou em despiste e embateu contra uma caixa de eletricidade, por volta das 07h00 deste domingo, na Avenida 9 de Julho, em Vila Nova de Famalicão. Por razões ainda desconhecidas, o condutor terá perdido o controle da viatura e foi embater contra um poste e uma caixa que

0
16 Jun 2019

Associação da GNR diz que agressões a militares em serviço estão a aumentar

“Há cada vez mais agressões e nada se tem feito para considerar a profissão de risco”, disse à agência Lusa o presidente da APG, César Nogueira, a propósito dos militares que hoje de madrugada ficaram feridos numa operação de fiscalização de trânsito no distrito de Coimbra. O presidente da associação

0
16 Jun 2019

Oficiais de justiça marcam cinco dias de greve alternados em junho e julho

A greve nacional está marcada para 25 e 28 de junho e dois, quatro e 12 julho e o Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ) garante que os tribunais vão paralisar na sua totalidade no país, uma vez que não vão ser garantidos os serviços mínimos. O secretário-geral do SFJ, António

0