Covid-19: Máscaras deixarão de ser obrigatórias nos recreios

A Direção-Geral da Saúde vai atualizar as normas para os estabelecimentos de ensino, mas as máscaras deixarão de se obrigatórias nos recreios, avançou esta tarde António Costa.

Recorde-se que o primeiro-ministro anunciou, após reunião do Conselho de Ministros, o levantamento de restrições que vigoraram por causa da covid-19, com efeitos a partir de 1 de outubro, numa altura em que Portugal se aproxima dos 85% de população vacinada.

Covid-19: Saiba em que locais é obrigatório o uso de máscara

O uso de máscara é obrigatório nos transportes públicos, lares, hospitais, salas de espetáculos e eventos e em grandes superfícies.

«Entramos numa fase que assenta essencialmente na responsabilidade individual de cada um. Não podemos esquecer que a pandemia não acabou e, ainda que controlada, o risco permanece. As vacinas não asseguram 100% de imunidade e há uma faixa muito pequena que recusa a vacinação e por isso o risco existe», alerta António Costa.

O primeiro-ministro pede aos portugueses que tenham presente «que vamos ter pela frente um período de invernia que tradicionalmente é um período frio e com elevado risco de infeções respiratórias, que se traduzirão num maior risco de doenças. Isto significa que temos todos de continuar a assumir que temos um dever individual de prevenir a propagação da pandemia».

Covid-19: Certificado digital para visitar lares e estabelecimentos de saúde

Nesta terceira fase do desconfinamento o certificado digital é, ainda, exigido para viagens por via aérea ou marítima; para visitas a lares e estabelecimentos de saúde e, ainda, para acesso a grandes eventos culturais, desportivos ou corporativos
Também o acesso a bares e discotecas obrigado à apresentação do certificado.

Estas medidas de desconfinamento da terceira fase estão a ser anunciadas por António Costa, primeiro ministro.

Covid-19: Bares e discotecas abrem com obrigatoriedade de certificado digital

O Conselho de Ministros esteve reunido esta quinta-feira para decidir o levantamento de restrições que vigoraram por causa da covid-19. As medidas têm efeito a partir de 1 de outubro, altura em que Portugal se aproxima dos 85% de população vacinada.

A partir daquela data é permitida a abertura de bares e discotecas com certificado digital; fim dos limites de horários; restaurantes sem limite máximo de pessoas por grupo; termina a exigência de certificado digital em restaurantes, estabelecimentos turísticos e alojamento local e dos limites de lotação, para casamentos e batizados, comércio e espetáculos culturais

 

Famalicão: Idosa atropelada por autocarro no centro da cidade

Uma idosa foi atropelada, na tarde desta quinta-feira, por um autocarro, no centro da cidade de Vila Nova de Famalicão.

O acidente aconteceu cerca das 14h20, na Rua Barão da Trovisqueira, sendo acionadas para o local as duas corporações de bombeiros da cidade.

A vítima, com ferimentos ligeiros, foi assistida pelos B.V.Famalicão e transportada para a unidade de Vila Nova de Famalicão do Cento Hospitalar do Médio Ave.

Autárquicas 21: Marisa Matias no encerramento da campanha do BE

A eurodeputada e dirigente nacional do Bloco de Esquerda, Marisa Matias, vai estar no distrito de Braga, esta sexta-feira, com passagem por VN Famalicão, para apoiar os candidatos do seu partido aos órgãos autárquicos.

Às 15 horas, Marisa Matias, estará no Parque de Lazer Calça Ferros, em Pedome, na companhia de Paulo Costa (candidato à Câmara Municipal) e Catarina Ferraz (candidata à Assembleia Municipal), numa visita a dois locais do rio Ave para verificar dois pontos poluidores. Depois, reúne com ativistas ambientais.