Aulas à distância começam a 8 de fevereiro

O Governo acaba de anunciar que as atividades letivas não presenciais, ensino à distância, começam a 8 de fevereiro.

O Ministro da Educação Tiago Brandão Rodrigues assume que é melhor o ensino presencial e que o ensino à distância é um recurso para colmatar a impossibilidade, no atual contexto de pandemia, das aulas presenciais. Assume, ainda, que estão reunidas as condições para o ensino à distância. «Depois de termos dado 100 mil computadores e de estarem 335 mil a caminho, estamos agora mais preparados», garante o ministro.

O governante anunciou ainda que a atividade para alunos com necessidades especiais irá ser mantida.