Arrancou esta quarta-feira a entrega de IRS

A campanha do IRS arrancou esta quarta-feira, prolongando-se até 30 de junho. Os contribuintes terão três meses para submeter a declaração de rendimentos relativa a 2019, quer seja através do IRS automático, se reunirem as condições para tal, ou preenchendo o Modelo 3.

O prazo de entrega da declaração anual do IRS aplica-se a todas as tipologias de rendimentos, tendo de ser feita exclusivamente por via electrónica, através do Portal das Finanças.

Segundo a AT, o IRS automático vai abranger três milhões de contribuintes. Há, contudo, que ter em conta que o IRS automático começa por corresponder a uma declaração provisória que se converte em definitiva no final do prazo da entrega, caso o contribuinte não a valide. Sendo assim, o prazo do pagamento do reembolso apenas começa a contar depois de 30 de junho.