APAV lança nova campanha de sensibilização sobre violência online

No Dia Mundial de Combate ao Bullying, que se assinala esta quarta-feira, a Associação Portuguesa de Apoio à Vítima apresenta uma nova campanha de sensibilização sobre violência online. A campanha, que tem como mote “A violência online é real”, tem o objetivo de alertar para o aumento dos números da criminalidade online, particularmente as situações de cyberbullying, discurso de ódio e partilha não consentida de imagens; tipos de criminalidade que aumentaram a sua expressão em tempos de pandemia, tendo em conta o aumento de tempo que as crianças e jovens passaram online. Embora não existam dados absolutos relativos a estes fenómenos, principalmente no que diz respeito ao cyberbullying, «podemos afirmar com segurança que as situações se mantiveram ou tiveram tendência para aumentar».

Em 2020, a APAV contabilizou 27 denúncias de bullying e cyberbullying, no entanto esses números não correspondem à realidade nacional, assumindo a APAV que o número de casos será superior «pois sabemos que muitas situações não são reportadas. Se por um lado o fenómeno do cyberbullying não foi tão reportado, já os casos de discurso de ódio e de partilha não consentida de imagens aumentaram expressivamente». A Linha Internet Segura recebeu, em 2020, 216 denúncias de discurso de ódio online (em 2019 tinham sido apenas 24); e 260 contactos sobre partilha não consentida de imagens privadas (ameaças de partilha de fotos, devassa da vida privada, extorsão, etc.) — em 2019, tinham sido apenas 22.

Tendo em conta o crescimento da violência online, importa divulgar os canais pelos quais se pode obter apoio para as situações de crime ou violência. A Linha Internet Segura está disponível para apoiar, através do número gratuito 800 21 90 90 (disponível das 8h00 às 22h00), do email linhainternetsegura@apav.pt e dos formulários de contacto: Denunciar conteúdo ilegal Pedir Esclarecimento