António Meireles e Bruno Alves na lista candidata à Federação dos Bombeiros do Distrito

António Meireles, presidente da direção dos Bombeiros Voluntários Famalicenses, é candidato a presidente da Assembleia Geral da Federação dos Bombeiros do Distrito de Braga. As eleições realizam-se esta quinta-feira, dia 10, correspondente ao triénio 2021/2023.

A um lugar de vice-presidente da direção está o comandante da corporação dos Bombeiros Famalicenses, Bruno Alves.

Estes são os únicos famalicenses na lista única candidata aos órgãos sociais da Federação dos Bombeiros do Distrito de Braga.

O candidato à Assembleia Geral, António Meireles, assume que o grande objetivo da candidatura «é dignificação do órgão, considerando a sua natureza deliberativa, fiscalizadora e representativa de todas as confederadas».

À direção da Federação dos Bombeiros do Distrito de Braga está Jorge Agostinho Machado, presidente da direção dos Bombeiros de Cabeceiras de Basto; no conselho fiscal é candidato a presidente Eduardo Jorge Ribeiro Reis, presidente da direção da Associação dos Bombeiros de Barcelos; ao conselho consultivo candidata-se Fernando Freitas, presidente da direção dos Bombeiros de Celorico de Basto.

Esta lista propõe uma série de compromissos em defesa dos bombeiros, das corporações que representam e, por conseguinte, das populações da região. Defendem a publicação do Anuário dos Bombeiros do Distrito de Braga; a elaboração de uma campanha de sensibilização para a adesão ao voluntariado nos Bombeiros; continuar a sensibilizar as câmaras Municipais para a aprovação de regulamentos municipais de apoio e regalias ao voluntariado nos Bombeiros; incentivar a formação conjunta de ingresso na carreira de bombeiro; sensibilizar a ANEPC/CDOS para a necessidade da realização de reuniões periódicas de ordem administrativa e operacional, para abordagem de temas de interesse coletivo das associações/corpos de bombeiros; sensibilizar o INEM para a necessidade de aprofundamento de uma cultura de parceria, de relacionamento estreito e de permanente cooperação com os Bombeiros.

Esta lista propõe uma nova lei de financiamento para as associações, a concretização de um Acordo Coletivo de Trabalho para os bombeiros assalariados, a necessidade de revisão e ampliação do protocolo das EIP`s e a revisão dos protocolos PEM – Posto de Emergência Médica e PR – Posto de reserva com o INEM.

Pretende efetuar contatos/encontros/diligências juntos dos diferentes agentes da Proteção Civil do distrito para definir formas concretas de colaboração entre todos, no sentido de melhorar o apoio ao voluntariado nos Bombeiros e a proteção e socorro do distrito de Braga.