Alunos dos 11.º e 12.º podem escolher exames nacionais que querem fazer

Os estudantes do 11.º e 12.º anos poderão escolher os exames nacionais que querem fazer de acordo com as disciplinas específicas pedidas pelas instituições do ensino superior a que se queiram candidatar. A garantia foi dada pelo ministro da Educação esta quinta-feira.

A medida, frisa Tiago Brandão Rodrigues, visa diminuir a pressão sobre o sistema educativo, numa altura de muitas contingências provocadas pela pandemia de covid-19.

Habitualmente, para concluir o ensino secundário, os alunos fazem dois exames nacionais no 11.º ano e outros tantos no 12.º ano, independentemente de não utilizarem todos para ingressar no ensino superior.

Com esta medida extraordinária, os alunos podem optar por fazer apenas os exames nacionais necessários para se candidatarem ao curso pretendido, de acordo com os requisitos de cada universidade e instituto politécnico.

IPCA dá boas-vindas aos novos estudantes dos CTeSP

O IPCA recebe, nos dias 3 e 4 de outubro, os novos estudantes dos Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP), com o Welcome IPCA CTeSP 2022/2023.

O objetivo é a integração e o acolhimento dos recém-chegados estudantes na instituição e na região, numa organização conjunta do IPCA e da Associação Académica. As iniciativas irão decorrer em simultâneo no Campus em Barcelos e nos cinco Polos onde são lecionados os CTeSP (Braga, Esposende, Guimarães, Vila Nova de Famalicão e Vila Verde).

Os estudantes vão ser recebidos institucionalmente, em sessões de boas-vindas com a presença de órgãos dirigentes do IPCA, pela Associação Académica e por representantes das respetivas autarquias.

O Welcome IPCA inclui, ainda, visitas às instalações e momentos de convívio que irão potenciar a integração dos novos estudantes.

 

Famalicão: Município vai instalar painéis fotovoltaicos nas escolas

O Município de Famalicão vai dotar todas as escolas do concelho com painéis fotovoltaicos, que permitirão a «autonomização energética» dos estabelecimentos de ensino através de energias limpas.

O presidente da Câmara anunciou esta medida em defesa do ambiente esta terça-feira, aquando da sessão onde foram entregues as bandeiras eco-escolas a 57 estabelecimentos de ensino.

Ainda não é conhecido o plano para a colocação dos painéis fotovoltaicos, que vão transformar os raios solares em energia, mas Mário Passos diz que, dentro de alguns meses, 10 escolas vão receber os seus painéis. Progressivamente, chegará a todas.

«Quero que este processo contagie os famalicenses, para que possam fazer o mesmo, de forma muito abrangente. Também as empresas, que já estão a iniciar este processo, possam prosseguir com esta solução mais amiga do ambiente», desafia o autarca.

Famalicão assinala Dia Mundial do Professor

Ao final da tarde do dia 4 de outubro, a partir das 18 horas, o SPZN assinala o Dia Mundial do Professor. No exterior dos Paços do Concelho, haverá intervenções do vereador da Educação da Câmara Municipal, Augusto Lima, e de Artur Silva, responsável do SPZN em Famalicão. Os diretores dos vários agrupamentos de escolas foram convidados e aos professores presentes será entregue uma pulseira alusiva à data.

Este ano, a comemoração decorre com o lema “A transformação da Educação começa com os professores”

Famalicão dá palco para aulas de teatro a alunos do 5.º ano

Depois da música e da dança, o teatro passa, também, a fazer do ensino artístico. Atualmente, são 21 os alunos de duas turmas do 5.º ano que vão frequentar, neste ano letivo, o ensino artístico especializado das artes de palco, em regime articulado, numa parceria entre a Câmara Municipal, a ACE- Escola de Artes e os agrupamentos de escola de Pedome e Ribeirão.

Atualmente, o ensino articulado em Famalicão abrange perto de meio milhar de alunos, com a Câmara Municipal a investir uma verba que ultrapassa os 100 mil euros. E sobre o valor afeto ao ensino articulado, o presidente da Câmara Municipal lamenta que o estado português não disponibilize os meios financeiros necessários «para que seja efetivo e para que todos os alunos possam fazer a sua escolha. Vou fazer todas as diligências para que o ensino articulado do Teatro e da Dança também sejam convenientemente apoiados e financiados por parte da tutela»

A apresentação do Curso Básico de Teatro decorreu, na tarde desta terça-feira, na Escola Básica de Pedome. Na ocasião, o presidente da autarquia enalteceu o «enorme contributo» do ensino artístico no enriquecimento do projeto educativo. «Temos alunos mais motivados e a adquirir novas competências através de outras formas de aprendizagem e saber», anotou Mário Passos.

A coordenadora do curso da ACE, Sílvia Correia, fala numa mudança de paradigma que «os pais aceitam e percebem as mais valias que é o seu filho, ao longo de 5 anos, do 5. ao 9.º anos, poder frequentar disciplinas que vão dar conhecimentos técnicos e artísticos, mas também consolidar matérias e tornar mais coeso o currículo».

O Curso Básico de Teatro ocupa atualmente 6 horas da carga horária semanal dos alunos, com as disciplinas de interpretação, improvisação e movimento e técnica vocal.

A promoção do ensino artístico e do ensino articulado continua a ser uma das apostas da Câmara Municipal de Famalicão e aos cursos de Música, promovidos pelo CCM- Centro de Cultura Musical e pela ArtEduca, a autarquia acrescentou ainda o ensino da Dança, em parceria com a Andança, iniciando agora o ensino articulado do Teatro em duas turmas dos agrupamentos de escola de Pedome e Ribeirão.

Esponja mágica da Mercadona surpreende pela sua versatilidade

A Mercadona introduziu no seu sortido a Esponja Mágica da marca própria, Bosque Verde, que surpreendeu os seus clientes pela sua versatilidade de uso. Trata-se de um produto que está disponível nas mais de 1.600 lojas da Mercadona, em Espanha e Portugal, e que surpreende pela sua eficácia na eliminação de marcas e nódoas de sujidade em diversas superfícies, como portas, paredes, rodapés, chão, material desportivo, entre outros.

A esponja apresenta diversas soluções de limpeza e não danifica os tecidos nem as superfícies sendo, também, eficaz nas juntas dos azulejos, nas mochilas com marcas de lápis de carvão, canetas, ou lápis de cera, nas cadeiras com manchas difíceis e até nos sofás da sala com nódoas.

Trata-se de uma esponja com duas faces: uma branca, que serve para eliminar as manchas mais difíceis, e uma vermelha, que serve para absorver possíveis resíduos de sujidade. E é muito fácil de usar pois basta humedecer a parte branca com bastante água e depois escorrer para começar a limpar. Cada embalagem contém três esponjas que podem ser utilizadas até que se gaste completamente a parte branca.

pub

 

Famalicão: Conferência sobre a “Importância do sono para o desenvolvimento infantil”

A próxima conferência da Educação é sobre a “Importância do sono para o desenvolvimento infantil”. Está marcada para o dia 29 de setembro, às 21 horas, no auditório da CESPU, com a enfermeira Patrícia Alves, a professora Elsa Mendanha e a professora Maria Alzira Couto.

As inscrições podem ser efetuadas através do Portal da Educação em http://www.famalicaoeducativo.pt/.

A iniciativa é promovida em parceria entre o Município, a Federação Concelhia das Associações de Pais de Famalicão, a Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário, CRL (CESPU) e o Centro Formação de Associação de Escolas de Vila Nova de Famalicão.