Concelho

Agrupamento de Escolas de Gondifelos e YUPI organizam formação de professores em Famalicão

No âmbito do projeto internacional “School of Active Citizens” dinamizado pela associação YUPI e Agrupamento de Escolas de Gondifelos em conjunto com 3 outros países (Polónia, Roménia e Eslováquia) com a missão de reforçar a complementariedade entre setores formal e não formal da educação para a construção de escolas como espaços de maior participação, cidadania e vivência democrática, decorreu mais uma formação internacional de professores e educadores na nossa cidade de 21 a 24 de setembro.

Em fase de arranque escolar, 16 professores e educadores das entidades envolvidas a nível internacional (4 portugueses), Famalicão acolheu esta formação intensiva sob o tema “Educação para a participação e sentido de iniciativa em contexto escolar” com os objetivos de partilhar experiências a nível local para o trabalho neste tema, inspirar novas práticas e atitudes perante a organização e planos de atividades das escolas e promover uma maior coesão entre parceiros nacionais e internacionais para um maior sucesso do projeto. Um novo paradigma na Educação urge repensar todas as práticas e cumprir o papel da escola na emancipação dos e das jovens numa lógica participativa.

As iniciativas que serão desenvolvidas em Gondifelos neste último ano letivo do projeto internacional “School of Active Citizens” têm como foco principal a capacitação dos professores para uma mudança e consolidação de práticas que coloquem os alunos e alunas cada vez mais centro da aprendizagem, numa interligação de saberes e articulação de projetos que estimulem uma maior motivação e envolvimento dos alunos na determinação do seu progresso.

A formação internacional contribuiu para um melhor conhecimento entre os profissionais das várias entidades e num contacto com a realidade todo o grupo foi convidado a conhecer a dinâmica da escola através de workshops com professores e alunos de Gondifelos.

O projeto “School of Active Citizens” prevê o trabalho articulado entre associações juvenis e escolas de diferentes níveis de 4 países para a criação e introdução nas escolas de metodologias mais participativas e inclusivas em 3 áreas de intervenção: educação para a democracia, educação para os direitos humanos e educação para a iniciativa e empreendedorismo jovem. Decorre durante 3 anos letivos e é apoiado pelo programa Erasmus + Educação e Formação na ação KA2 (parcerias estratégicas entre setores de educação e juventude).

Previous post

Descoberta a identidade do homem encontrado sem vida no Rio Ave em Pedome

Next post

EB1 de Pedome com aulas na cantina, na biblioteca e no recreio

Cidade Hoje