Administração Regional de Saúde do Norte comprou máscaras sem certificado válido

Durante mais de duas semanas, os profissionais dos centros de saúde da região Norte usaram máscaras sem certificado válido. Detetado o problema, milhares de máscaras vão ser recolhidas, em mais de 300 centros de saúde da Região Norte.

As máscaras tinham sido compradas pela Administração Regional de Saúde do Norte, por 410 mil euros. Mas, e segundo o Jornal Público, o Infarmed detetou que esse equipamento de proteção individual não apresentava certificado válido.

As máscaras em causa, conhecidas como FFP2, foram distribuídas com uma embalagem individual onde está escrito Medical Protective Mask – ZHUSHI, juntamente com vários carateres chineses.