Abertas candidaturas para prémio literário, de arquitetura e de história 3

Abertas candidaturas para prémio literário, de arquitetura e de história 4

A Câmara Municipal tem abertas inscrições para candidaturas a vários prémios. Para o Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho as candidaturas decorrem até 15 de maio. O prémio destina-se a galardoar anualmente uma obra de ensaio literário, em português e de autor português, publicada em livro, em primeira edição, no ano anterior ao da sua entrega. Além do prestígio, há um valor monetário no montante de 7500 euros. O regulamento pode ser consultado no portal oficial da Biblioteca Municipal de Famalicão, emwww.bibliotecacamilocastelobranco.org.

Até 11 de junho, decorrem as candidaturas ao Prémio Januário Godinho. De periodicidade bianual, este prémio foi lançado em 2017 com o objetivo de galardoar a melhor reabilitação de edifício. Apenas serão admitidas a concurso as obras concluídas entre 2017 e 2018. O prémio tem associado um valor pecuniário de 7 mil euros, cabendo 2 mil euros ao promotor da obra e 5 mil à equipa projetista. A reabilitação do Palácio da Igreja Velha, em Vermoim, foi a obra vencedora da primeira edição do prémio. Mais informações em www.vilanovadefamalicao.org/premio_januario_godinho.

O Prémio de História Contemporânea Victor Sá, promovido pelo Conselho Cultural da Universidade do Minho com o apoio, entre outros, do Município de Famalicão, tem inscrições abertas até 5 de julho. Considerado o principal galardão nacional para jovens investigadores da área, tem como principal objetivo incentivar a produção de trabalhos no âmbito da História Contemporânea de Portugal a jovens investigadores cuja idade não ultrapasse os 35 anos. O prémio tem associado um valor monetário de 3.500 euros. As candidaturas devem ser entregues sob registo postal ou contra recibo de apresentação no Conselho Cultural da Universidade do Minho, no Largo do Paço, em Braga. Mais informações em www.uminho.pt.

Most Popular Topics

Editor Picks