A digitalização da Injex pela Kortex

A digitalização da Injex pela Kortex

A empresa Injex, de Vilarinho das Cambas, dedica-se ao fabrico de componentes técnicos em plástico para marcas automóveis. Por sentir que o seu processo estava estagnado em termos de software, procurou um parceiro. Surge a Kortex, uma startup made in, com as respostas que permitiram à Injex dar o salto para a digitalização. «Poupa-nos imenso tempo, facilita muito a vida dos nossos colaboradores e as tarefas repetidas que não são feitas. Este é um caminho para prosseguir», explicou o diretor executivo da Injex, Pinheiro Lacerda, durante uma visita do presidente da Câmara esta quinta-feira.

A Kortex desenvolveu o software à medida das necessidades da Injex, num processo que foi gradual. «Introduzimos um conjunto de novas práticas, novas forma de fazer o trabalho e abriu caminho para outras áreas de desenvolvimento», explicou Rui Abreu, da Kortex.

O presidente da Câmara visitou este projeto, no âmbito do Roteiro pela Inovação. Paulo Cunha deslocou-se à empresa juntamente com o vereador da Economia e Inovação, para conhecer no local o desenvolvimento do projeto. No final, o autarca elogiou a capacidade das empresas famalicenses e realçou a importância das parcerias.

Most Popular Topics

Editor Picks