25 Abril: PS, PSD e BE reduzem deputados na sessão solene, total vai ser de 46

PS, PSD e BE revelaram hoje que reduziram o número de deputados que vão participar na sessão solene do 25 de Abril no parlamento, no sábado, e que assim deverá ter, no total, 46 parlamentares.

PS e PSD terão 19 e 13 deputados presentes, respetivamente, – muito abaixo do teto máximo de um terço que tinha sido definido em conferência de líderes e até de um quinto -, enquanto o BE marcará presença com quatro parlamentares, correspondente a um quinto da bancada, disseram à Lusa fontes de cada um dos partidos.

O PCP manterá os quatro parlamentares acordados em conferência de líderes e os restantes partidos terão presentes um deputado cada – CDS, PAN, PEV, Chega e Iniciativa Liberal -, a que se soma a deputada não inscrita Joacine Katar Moreira, num total de 46 parlamentares.

Fonte oficial do PSD disse que este número “foi acordado” entre as bancadas social-democrata, socialista e do Bloco de Esquerda de forma a perfazer “um deputado por cada ano de democracia”.

No entanto, apesar de confirmarem a redução, quer o PS quer o BE recusam que esta tenha resultado de um entendimento entre os três partidos: fonte da bancada socialista apontou ter-se tratado, da parte do PS, “de mais um esforço de redução” das presenças na sessão solene, enquanto fonte bloquista salientou que o partido regressa, com esta diminuição, à proposta original feita pelo partido em conferência de líderes de que apenas estivessem presentes um quinto dos deputados no 25 de Abril.

Devido às restrições impostas pela pandemia de covid-19, os plenários da Assembleia da República já têm estado a funcionar em moldes reduzidos: um quinto dos deputados (precisamente 46 parlamentares) em dias de debate e um mínimo de 116 em dias de votações (que se podem ir registando até uma hora antes das mesmas, para que se mantenham as regras de distanciamento social).