Concelho

17 anos de prisão para professora que matou noivo

O Tribunal de Lisboa condenou esta segunda-feira, 12 de março, Fernanda Baltazar a 17 anos de prisão.

A professora de 36 anos foi acusada de ter assasinado em dezembro de 2016 o noivo com recurso a medicamentos e gelo seco, uma técnica muito utilizada em séries e filmes.

Fernanda Baltazar terá ainda que indemnizar a familia do seu ex companheiro, Hugo Oliveira, natural de Requião, em 60 mil euros.

Os advogados das duas partes já fizeram saber que vão recorrer da decisão.

 

Previous post

Escolas de Joane e Ribeirão precisam de obras urgentes

Next post

PSP deteve seis condutores por condução sob efeito do álcool

Cidade Hoje